Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 16, 2009

M 87 - Um jacto extragaláctico

Imagem
Instrumento: Wide Field Planetary Camera 2 (WFPC2). Emanando a alta velocidade a partir do centro da galáxia M 87, este jacto cósmico é um dos fenómenos mais espectaculares da Natureza. Constituído por electrões e outras partículas subatómicas, este jacto, que se desloca quase à velocidade da luz, é alimentado por um buraco negro que reside no centro da galáxia. Numa primeira análise, M 87, também conhecida por NGC 4486, parece ser uma galáxia elíptica gigante normal. Contudo, desde 1918 que se notou a existência de um "raio de luz curioso", emanando do centro de M 87. Na década de 50, quando o ramo da radioastronomia se encontrava em desenvolvimento, foi descoberta uma fonte de rádio extremamente forte associada a M 87 e ao seu jacto. Após décadas de investigação, descobriu-se que a fonte desta actividade intensa é um buraco negro colossal no centro da galáxia, com uma massa de aproximadamente 2 mil milhões de massas solares. M 87 situa-se a cerca de 50 milhões de anos-luz …

Verão no Pólo Norte de Marte

Imagem
Esta fotografia obtida pela sonda Mars Global Surveyor em Março de 1999 mostra o aspecto do Pólo Norte de Marte no início do Verão. As zonas claras são constituídas por gelo de água que nunca chega a "derreter" durante o Verão no hemisfério norte. Durante o Inverno todo este gelo de água se encontra coberto por uma camada de gelo de dióxido de carbono. Mas, ao contrário do que sucede no Pólo Sul, quando o Verão chega e a temperatura sobe, todo o gelo de CO2 sublima deixando a calote polar como a vemos na imagem. A zona escura que quase circula a calote polar é formada essencialmente por dunas de areia. O diâmetro da calote polar é de cerca de 1100 quilómetros. Fonte: NASA/JPL/Malin Space Science Systems.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...