28 de mai de 2010

Buraco espacial intriga cientistas

O que se imaginava ser uma nuvem escura e fria na constelação de Órion na verdade é um “vazio” espacial

 O trecho escuro na parte esverdeada da imagem é um "vácuo" espacial, recentemente descoberto pelo telescópio Herschel
Um telescópio europeu em órbita encontrou algo inusitado enquanto procurava por estrelas jovens: um verdadeiro buraco espacial. Ele fica na nebulosa NGC 1999, uma nuvem brilhante de gás e poeira na constelação de Órion. A nebulosa brilha com a luz de uma estrela próxima. O telescópio Hubble a fotografou pela primeira vez em dezembro de 1999. Na época, presumiu-se que um ponto escuro da nuvem era uma bolha mais fria de gás e poeira, que de tão densa bloquearia a passagem da luz. Mas novas imagens do observatório Herschel, da Agência Espacial Europeia, mostram que a “bolha” na verdade é um espaço vazio. Isso porque o observatório capta imagens infravermelhas, o que permite que o telescópio veja além da poeira mais densa e enxergue os objetos dentro da nebulosa. Mas até mesmo ao Herschel, o ponto estava preto. Os astrônomos acreditam que o buraco, medindo 0,2 anos-luz, foi feito pelo processo tumultuoso de nascimento de uma estrela embrionária vizinha, chamada V380 Ori. Esta proto-estrela já é 3,5 vezes o tamanho do Sol. O time que fez a descoberta acredita que a V380 Ori está sinalizando sua quase maturidade ao projetar rapidamente colunas de gás de seus pólos, que estão destruindo qualquer material remanescente da formação da estrela. “Achamos que a estrela está lançando um jato na velocidade de centenas de quilômetros por segundo, e é ele que está causando o ‘buraco’ na nuvem vizinha,” disse Tom Megeath, que coordenou a pesquisa pela University of Toledo, em Ohio, nos Estados Unidos. “Essencialmente, esses jatos de gás estão sendo projetados e eles acabam com todo o gás e poeira.”

Herschel e os buracos

Megeath comentou que o telescópio que descobriu o buraco é batizado em homenagem ao astrônomo William Herschel, que viveu no século XIX. Em suas catalogações do céu noturno, Herschel registrou diversos trechos escurecidos que ele imaginou que fossem buracos, mas na verdade eram apenas nuvens escuras. “Daí em diante, sempre que se via o que parecia um buraco espacial, se presume que são nuvens,” explicou. “Chega a ser irônico que agora, quase 150 anos depois, um telescópio chamado Herschel viu algo que todos achavam que era uma nuvem, e na verdade era um buraco de verdade”. 
Fonte: Último Segundo

Sistema estelar Rho Ophiucus, Nebulosa Cabeça de Cavalo Azul e Nebulosa de Reflexão Sharpless 1

As nuvens que circundam o sistema estelar Rho Ophiucus compoem uma das regiões de formação de estrelas mais próximas de nós. O próprio Rho Ophiucus é um sistema estelar binário visível na região de cores mais vivas do lado direito da imagem. O sistema estelar, localizado a apenas 400 anos-luz de distância, pode ser distinguido por seu colorido entorno, que inclui uma nebulosa de emissão vermelha e inúmeras faixas de poeira clara e marrom escuro. Perto do canto superior direito do sistema de nuvens moleculares encontra-se a estrela amarela Antares, enquanto um distante, mas coincidentemente superposto aglomerado globular de estrelas, M4, encontra-se visível entre Antares e a nebulosa de emissão vermelha. Perto da porção inferior da imagem está IC 4592, a Nebulosa Cabeça de Cavalo Azul. O brilho azul que circunda o olho da Cabeça de Cavalo Azul, e outras estrelas na imagem, é uma nebulosa de reflexão composta de partículas finas de poeira. Do lado esquerdo da imagem acima está uma nebulosa de reflexão posicionada num ângulo geométrico, catalogada com o nome de Sharpless 1. Aqui, a estrela brilhante perto do redemoinho de poeira cria a luz da nebulosa de reflexão que a circunda. Embora muitas dessas características sejam visíveis através de um pequeno telescópio apontado para as constelações de Ofiúco, Escorpião e Sagitário, o único meio de ver os complexos detalhes dos turbilhões de poeira, conforme aparecem acima, é usando uma câmera em longa exposição.
Créditos: APOD
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...