Postagens

Mostrando postagens de Novembro 6, 2010

Hubble mostra evidências de um aglomerado de raríssimas anãs brancas de Hélio, cinzas de minúsculas estrelas que morreram prematuramente

Imagem
Uma anã branca em um sistema binário
Como este antigo aglomerado de estrelas evoluiu?
Vinte e quatro objetos estelares incomuns, cinzas de estrelas consumidas, 18 das quais recentemente descobertas, foram observadas pelo Telescópio Espacial Hubble. Estas estrelas são anãs brancas, o destino comum de uma estrela morta, mas estas são raras porque são compostas principalmente de Hélio-4 em vez das ‘anãs brancas padrão’ compostas de carbono e oxigênio que estamos habituados a encontrar. Esta é a primeira vez que se observa uma grande série de anãs brancas com núcleo de Hélio dentro de um aglomerado globular, um denso enxame estelar que contém algumas das mais antigas estrelas em nossa galáxia.
Por que as ‘anãs brancas de hélio’ são uma raridade no Universo?
Na evolução estelar uma estrela de pequena massa (anã vermelha), com até 0,4 M☼ (40% da massa do Sol) , quando esgota o hidrogênio de seu núcleo torna-se uma anã branca de Hélio uma vez que não tem a capacidade de passa para o estágio se…

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...