Sonda Curiosity funciona perfeitamente em Marte, diz Nasa

Imagem divulgada nesta quarta-feira pela Nasa mostra, ao centro, a câmera Mars Hand Lens Imager (Mahli), da Curiosity (a lente avermelhada). Em torno da câmera podem ser vistos LEDs brancos que servem para registrar imagens com pouca luminosidade. A foto da Mahli foi tirada para inspecionar a tampa da lente e checar se as luzes estão funcionando.Foto: Nasa/JPL-Caltech/MSSS/Divulgação

A sonda Curiosity, da Nasa, que pousou em Marte há mais de um mês, parece funcionar "perfeitamente" enquanto se prepara para dar continuidade à sua exploração de dois anos no planeta vermelho, informou a agência espacial americana esta quarta-feira. Na semana passada, o robô, que chegou a Marte em 6 de agosto, realizou uma série de testes de instrumentos, reinicializando seu computador de bordo, e tudo parece funcionar bem, segundo encarregados do Laboratório de Propulsão a Jato em Pasadena, Califórnia.

"Em cada etapa da checagem, a Curiosity funcionou quase perfeitamente", disse Jennifer Tropser, gerente da missão para o Curiosity no laboratório, acrescentando que os últimos testes seriam realizados quinta-feira cedo. O sucesso destas atividades foi excelente até agora", disse a jornalistas em teleconferência com a imprensa. A Curiosity realiza uma missão para investigar se a vida é possível em Marte e verificar se o planeta teve condições de abrigar vida no passado.

Na semana passada o veículo interrompeu temporariamente sua jornada pela superfície marciana para testar os instrumentos de seu braço mecânico. Precisou ficar cerca de uma semana na mesma posição para dar aos técnicos a oportunidade de fazer o braço mecânico de 2,1 m realizar uma série de movimentos determinados em testes na Terra. O objetivo foi verificar o funcionamento do braço depois da longa viagem espacial e nas diferentes condições de gravidade e temperatura de Marte. O braço e o sistema de amostras de solo são as últimas peças do enorme robô a serem testados, explicaram os oficiais.

O veículo, de US$ 2,5 bilhões, percorreu 109 m dentro da cratera Gale desde que começou a se mover rumo ao leste a caminho de seu destino, uma interseção denominada Glenelg. O local, situado em um ponto de encontro entre três tipos diferentes de terreno, é onde especialistas da Nasa esperam encontrar a primeira rocha para perfuração e análise. Os especialistas disseram que levará ainda algumas semanas até que o robô esteja posicionado e pronto para escavar uma amostra do solo marciano. Depois de Glenelg, o Curiosity avançará ao seu destino final, as elevações do vizinho Monte Sharp.
Fonte: AFP/TERRA

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Tipos de Estrelas

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton