Sonda espacial Voyager 1 ainda não alcançou limites do Sistema Solar

A Voyager 1 entrou na "fronteira" do Sistema Solar em 2004. Os especialistas esperavam que a sonda já tivesse terminado de atravessar esta região
Ilustração da NASA mostra as duas sondas Voyager (a 1 na parte superior e a 2 na inferior) chegando à Heliopausa, considerada a 'fronteira' do Sistema Solar (NASA/JPL-Caltech)
Trinta e cinco anos após seu lançamento, a sonda espacial Voyager 1 ainda não atingiu seu objetivo, que é alcançar os limites do Sistema Solar, segundo estudo publicado na revista 'Nature' nesta quarta-feira. A sonda partiu da base de Cabo Canaveral, na Flórida, em 5 de setembro de 1977, com a missão de localizar e estudar os limites do Sistema Solar, incluindo o Cinturão de Kuiper, um conjunto de corpos celestes. Contrariando as estimativas dos cientistas, na atualidade a sonda Voyager 1 ainda não foi capaz de abandonar o Sistema Solar, de acordo com Robert Decker, astrofísico da Universidade Johns Hopkins de Baltimore (EUA) e um dos responsáveis pelos instrumentos de medida da sonda.

Ao redor do Sistema Solar está a heliopausa, uma região na qual o vento solar se une ao espaço interestelar, sendo considerada a fronteira com o resto do universo. A extensão real desta região é desconhecida, porque durante os onze anos que dura um ciclo solar, a heliopausa se expande e se contrai em resposta à atividade do Sol.

A Voyager 1 entrou na heliopausa em 2004 e os especialistas esperavam que a sonda já tivesse terminado de atravessar esta região, abandonando o Sistema Solar, algo que ainda não conseguiu fazer. Segundo Decker, este fato convida a reconsiderar o conhecimento que a comunidade científica dispõe dos limites do Sistema Solar. Na atualidade, a Voyager 1, com 722 quilos, já percorreu quase 18 bilhões de quilômetros e dispõe de energia suficiente para operar até 2025. A sonda, que também transporta um disco com música, fotos e sons explicativos de como é a vida na Terra e a situação do ser humano no universo, foi a primeira a enviar imagens das luas de Júpiter e Saturno.

Saiba mais

CINTURÃO DE KUIPER

Região que se estende até 50 unidades astronômicas (cerca de 7,5 bilhões de quilômetros) a partir da órbita de Netuno, praticamente na borda do Sistema Solar. Estima-se que o cinturão abrigue mais de 70.000 asteroides com mais de 100 quilômetros de diâmetro.
Fonte: VEJA

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Tipos de Estrelas

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton