Galáxias, Estrelas e Poeira

Crédito da imagem e direitos autorais: Ignacio de la Cueva Torregrosa (Capturandoeluniverso, AAE)
 
Estrelas pontiagudas e formas assustadoras dominam essa paisagem cósmica profunda apresentada acima. O campo de visão cobre o equivalente a 2 Luas Cheias no céu na direção da constelação de Pegasus. Claro, as estrelas mais brilhantes mostram os efeitos de difração, que geram suas pontas, esse efeito é normalmente gerado pelos acessórios que existem internamente nos telescópios. Essas estrelas mais brilhantes localizam-se dentro da própria Via Láctea. As nuvens de poeira interestelar, mais apagadas, localizam-se acima do plano galáctico e de forma apagada refletem a luz combinada das estrelas da Via Láctea.

Conhecidas como cirrus de alta latitude ou nebulosas de fluxo integrado, essas nuvens estão associadas com nuvens moleculares. Nesse caso, a nuvem difusa catalogada como MBM 54, está a menos de 1000 anos-luz de distância, e preenche a cena acima. Outras galáxias localizadas bem além da Via Láctea também podem ser vistas através das formas fantasmagóricas, incluindo a marcante galáxia espiral NGC 7497, que está localizada a aproximadamente 60 milhões de anos-luz de distância. Vista quase de lado perto do centro da cena, os braços espirais da NGC 7497 e as suas linhas de poeira ecoam as cores das estrelas e da poeira da Via Láctea.
Fonte: http://apod.nasa.gov

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Tipos de Estrelas

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton