Campo de gravidade lunar mapeado pela Grail

Fonte: Mapa GRAIL da gravidade da Lua (NASA / ARC / MIT)
Autores Resumo: NASA / JPL-Caltech / MIT / GSFC
As duas imagens acima mostra variações no campo de gravidade da Lua como observado pelas sondas Gravity Recovery and Interior Laboratory (GRAIL) da NASA durante a sua missão primária de Março a Maio de 2012. A imagem superior mostra uma porção do lado escuro da Lua (a direita) e uma porção do lado visível da Lua (a esquerda). Na parte inferior está apresentada uma projeção de Mercator de toda a superfície lunar, com o lado escuro no centro e o lado visível na parte esquerda bem como na parte direita. Medidas precisas de micro-ondas entre as sondas Ebb e Flow, foram usadas para mapear a gravidade lunar com uma alta precisão e com uma alta resolução espacial. As medidas são de três a cinco vezes melhores do que os dados anteriores sobre a gravidade da Lua. Nessas imagens, a cor vermelha corresponde a um excesso de massa (montanhas, por exemplo) e a cor azul corresponde a deficiências de massa (terras baixas). A marca esférica vermelha na imagem superior, um pouco a esquerda do centro, é vista à esquerda do centro na visão de Mercator, e o objeto semelhante a um olho de boi na parte superior direita da imagem superior está no canto superior esquerdo na imagem inferior, um pouco acima e à direita da marca vermelha. Note que existem mais detalhes de pequena escala no lado escuro da Lua se comparado com o lado visível, já que o lado escuro possui consideravelmente mais crateras de impactos menores. Os dados das sondas Ebb e Flow ajudarão a fornecer um melhor entendimento de como a Terra e os outros planetas terrestres do Sistema Solar se formaram e se desenvolveram.
Fonte: http://epod.usra.edu/blog/2012/12/lunar-gravity-field-from-grail.html

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Tipos de Estrelas

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton