30 de mar de 2012

Saturno, Quatro Luas e Uma Tempestade Calma

Créditos:NASA/JPL-Caltech/Space Science Institute
A sonda Cassini examina o hemisfério norte do planeta Saturno que vem sendo devastado por uma imensa tempestade desde o final do ano de 2010. Mas que nessa imagem aparece um pouco mais calma, quase que desaparecendo. Nessa bela imagem acima além do gigantesco Saturno, quatro luas do planeta se juntam na cena. Duas delas, Janus e Epimeteu, estão quase invisíveis nessa imagem devido ao seu pequeno tamanho. Mimas, com 396 quilômetros de diâmetro aparece como um ponto brilhante abaixo dos anéis um pouco à direita do centro da imagem. Encélado, com 504 quilômetros de diâmetro, é visível abaixo dos anéis na parte mais a direita da imagem. Janus, com 179 quilômetros de diâmetro pode ser discernido por muito pouco como um minúsculo ponto depois de Encélado na parte direita da imagem. Epimeteu, com 113 quilômetros de diâmetro é também muito pequeno e pode ser detectado na parte esquerda extrema da imagem acima dos anéis. Essa imagem foi feita com a câmera apontada para o lado sul não iluminado dos anéis um pouco abaixo do plano dos anéis do planeta. Com relação a Saturno e outros objetos nessa imagem, Janus e Epimeteu tiveram seus brilhos realçados por um fator de 1.5 e 1.4 respectivamente. A imagem foi feita com a câmera de grande angular da Cassini no dia 11 de Fevereiro de 2012, usando para isso filtros espectrais sensíveis aos comprimentos de onda da luz infravermelha próxima centrado em 752 nanômetros. A imagem acima foi adquirida a uma distância de aproximadamente 2.8 milhões de quilômetros de Saturno, com o conjunto Sol-Saturno-Cassini em fase com ângulo de 60 graus. A escala da imagem é de 170 quilômetros por pixel. A missão Cassini-Huygens é um projeto cooperativo da NASA, da Agência Espacial Europeia e a Agência Espacial Italiana. O Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, uma divisão do Instituto de Tecnologia da Califórnia em Pasadena, administra a missão para o Science Mission Directorate da NASA em Washington D.C. O módulo orbital da Cassini e as suas duas câmeras de bordo foram desenhadas, desenvolvidas e montadas pelo JPL. O centro de operações de imageamento é baseado no Space Science Institue em Boulder, no Colorado.
Fonte: http://saturn.jpl.nasa.gov

Grand Cânion Iluminado Pela Luz da Lua

Créditos e direitos autorais : Malcolm Park (North York Astronomical Association)
Nessa bela paisagem celeste noturna, registrada em 26 de Março de 2012, pode-se ver uma jovem Lua Crescente parada acima do distante horizonte oeste em conjunção com o brilhante planeta Vênus. Em primeiro plano, o Rio Colorado brilha à luz da Lua enquanto corta o Grand Cânion, visto desde o anel sul do cânion no chamado Ponto Lipan. O Grand Cânion é conhecido como uma das maravilhas naturais da Terra, escavado pelo Rio Colorado, a enorme fissura tem cerca de 440 quilômetros de comprimento, mais de 30 quilômetros de largura e chega a 1.6 quilômetros de profundidade. Além da Lua e de Vênus, na imagem acima é possível ver o compacto aglomerado das Plêiades, as estrelas do aglomerado das Híades, em forma de V, os dois localizados logo acima da Lua. O brilhante planeta Júpiter pode também ser visto na imagem abaixo do par Lua/Vênus, perto do horizonte oeste.
Fonte: http://apod.nasa.gov/apod/ap120330.html
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...