Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 17, 2012

Você já ouviu falar sobre a Teoria de Tudo? Ela literalmente pode existir

Imagem
As erupções mais enérgicas do Universo emitem luz o suficiente para que cientistas examinem a natureza do espaço-tempo, segundo observações de erupções de raios-gama Os fótons provenientes das erupções ajudam a colocar limites a um modelo unificado de todas as forças da natureza – a Teoria de Tudo. Usando um Polarímetro de Explosão de Raios-Gama (GAP, na sigla em inglês), uma equipe de cientistas japoneses mediram fótons de erupções de raios-gama da maneira mais precisa já registrada. “O resultado constrange de maneira fundamental a gravidade quântica, uma teoria de sonho que reconcilia a teoria da relatividade de Einstein e a teoria quântica”, afirma Kenji Toma, da Universidade de Osaka, em estudo publicado na Physical Review Letters, de acordo com o portal LiveScience. A Ikaros foi lançada em 2010 e é a primeira aeronave com uma vela solar. O GAP está posicionado na parte de trás da sonda, apontando para o espaço, na direção oposta ao Sol.
Um Universo Quântico? Erupções de raios-gama s…

Uma Peculiar Galáxia Anã Azul Compacta

Imagem
Créditos:ESA / Hubble e NASA O TelescópioEspacial Hubble, há algumas semanas atrás nos presenteou com uma impressionante imagem da galáxia irregular NGC 5253. A NGC 5253 é uma das mais próximas galáxias, conhecidas como Galáxias Anãs Azuis Compactas, ou do inglês, BCD, e está localizada a uma distância aproximada de 12 milhões de anos-luz da Terra na constelação Centaurus que brilha no céu do hemisfério sul da Terra. A característica mais marcante desse tipo de galáxia é que elas abrigam regiões muito ativas de formação de estrelas. Isso apesar do seu baixo conteúdo de poeira e uma falta comparativa de elementos mais pesados do que o hidrogênio e hélio, que são normalmente os ingredientes básicos para a formação de estrelas.
Essas galáxias, contém, por sua vez, nuvens moleculares que são muito similares às nuvens moleculares originais que formaram as primeiras estrelas no começo do universo, e que também eram desprovidas de poeira e de elementos pesados. Assim, os astrônomos consideram …

NGC 922: Uma Galáxia de Anel Colisional

Imagem
Créditos da Imagem:NASA, ESA; Acknowledgement: Nick Rose O que faz essa galáxia ter tantos buracos negros: Ninguém sabe ao certo. O que é certo, é que a NGC 922 é uma galáxia de anel criada pela colisão de uma galáxia grande e outra pequena a aproximadamente 30 milhões de anos atrás. Como uma pedra que é arremessada num lago, a antiga colisão envia ondas de gás de alta densidade desde a origem do impacto, ou seja, um ponto perto do centro parcialmente condensado nas estrelas. A foto acima mostra a NGC 922, com seu belo anel complexo ao longo do lado esquerdo. Essa imagem foi feita recentemente pelo Telescópio Espacial Hubble. Observações da NGC 922, feitas com o Observatório de Raios-X Chandra, contudo, mostram alguns nós brilhantes de raios-X que são provavelmente grandes buracos negros (imagem abaixo). O grande número de buracos negros massivos foi algo surpreendente, assim como a composição do gás da NGC 922, que é rico em elementos pesados, que é rica em elementos pesados, que dev…

A Nebulosa Retângulo Vermelho pelo Hubble

Imagem
Créditos e direitos autorais : ESA, Hubble, NASA Como foi criada a incomum nebulosa Retângulo Vermelho? No centro da nebulosa encontra-se um jovem sistema estelar binário que certamente alimenta a nebulosa, mas ainda não explica suas cores. O formato incomum da Retângulo Vermelho deve-se, provavelmente, a um grosso toróide de poeira que distorce o fluxo, que de outra forma seria esférico, dando a ele um formato de cone com pontas. Como vemos o toróide de lado, as extremidades das formas cônicas parecem formar um X. Os degraus que se evidenciam, sugerem que o fluxo ocorre aos trancos e barrancos. As cores incomuns da nebulosa são ainda menos entendidas e as especulações atuais sustentam que elas se devem parcialmente a moléculas de hidrocarbonetos que podem mesmo ser os elementos fundamentais da vida orgânica. A Nebulosa Retângulo Vermelho encontra-se a cerca de 2.300 anos-luz de distância na direção da constelação do Unicórnio (Monoceros). A nebulosa é mostrada acima em detalhes sem p…

Sabia que você pode ajudar os cientistas a descobrirem estrelas na galáxia de Andrômeda?

Imagem
Um grupo de astrônomos está convidando o público para se juntar a eles na caça por novas estrelas na galáxia de Andrômeda. Eles querem encontrar grupos de estrelas na nossa galáxia vizinha, também conhecida como M31. Para contribuir, tudo que o interessado precisa é um computador com acesso a internet e a vontade de ajudar, segundo o chefe da equipe, Anil Seth, que também é professor de física e astronomia da Universidade do Utah. A ideia, chamada de “Andromeda Project”, começou na última quarta-feira e deve resultar na maior amostra de aglomerados de estrelas de uma única galáxia espiral quando estiver completo. Os cientistas falam em 2500 novos aglomerados de estrelas ao final das colaborações do público, o que pode ajudar a entender como esta galáxia em rota de colisão com a Via Láctea se formou.
“O benefício geral é entender melhor como as galáxias espiraladas se formam. A Andrômeda é o exemplo mais próximo de uma galáxia [espiralara], exceto a via Láctea. Nós podemos estudar coisa…

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...