E se o Big Bang não tivesse acontecido?

Não haveria nada. Ou o Big Bang não seria como sabemos. Veja como seria a sua vida, o Universo e tudo mais
Ninguém sabe. Mas é possível que a vida, o Universo e tudo mais tivessem surgido mesmo assim. Afinal, o Big Bang é a principal e mais aceita, mas não é a única teoria a respeito da criação. Porque ela tem algumas lacunas. Começou assim: na década de 1920, astrônomos perceberam que as galáxias de nosso universo estão constantemente em movimento, distanciando-se umas das outras. Assim, olhando para trás (beeeem para trás), eles concluíram que em determinado momento toda essa matéria que está espalhada pelo espaço - estrelas, planetas, asteroides, seu cachorro etc. - estava concentrada em um único lugar. Foi daí que surgiu o modelo do Big Bang. Mas ainda não há uma teoria que explique como a gravidade interage com átomos, moléculas e outros componentes primordiais do Universo. Ou seja, como todos esses elementos continuam se afastando. "Tudo o que a gente fala sobre o começo do Universo é especulativo", diz o astrônomo Laerte Sodré Junior, da USP.
 
O que se sabe é que o Big Bang foi uma série de explosões - e não uma única e gigante, como o nome leva a crer. No início, a expansão do Universo foi muito rápida. Nos primeiros 3 minutos, a temperatura chegou a 1 bilhão de graus celsius e possibilitou a formação dos primeiros nêutrons e prótons. Depois de 380 milhões de anos, os primeiros átomos surgiram. E aí veio todo o resto. Em 1998, outra novidade: cientistas descobriram que há 1 bilhão de anos essa expansão ganhou força e o Universo está crescendo mais rápido. E o que causa o movimento? Aquilo que os astrofísicos chamam de energia escura. É uma força oposta à gravidade, que afasta as galáxias em vez de aproximá-las.

 Mas, fora isso, pouco se sabe. A energia escura é um dos grandes desafios da astronomia e da astrofísica. "Se essa expansão acelerada continuar, o grupo local de galáxias vai se separar de outros grupos. O Universo vai ficar um tremendo terreno vazio, com concentrações de galáxias esporádicas. Mas isso é especulativo, depende dessa energia escura, que a gente ainda não sabe o que é", diz Sodré Junior. Enfim, se o Big Bang não tivesse acontecido, as estrelas não teriam surgido, os planetas não se formariam, não haveria Sol, Terra, você nem eu. Muito menos algo para ilustrar estas páginas. Mas, como falamos , o Big Bang é a principal, mas não é a única teoria. Então...

NO INÍCIO
Não haveria nada. Ou o Big Bang não seria como sabemos

Multiverso
Ok, sem o Big Bang nosso Universo não existiria. Mas talvez existissem outros. A ciência não consegue provar isso, mas também não descartou a hipótese, já que uma das características de um universo paralelo é nunca entrar em contato com outro. Fica praticamente impossível comprová-lo ou refutá-lo. Na teoria, a única coisa que pode vazar de um universo para o outro é a gravidade. Seria a energia escura a prova que faltava? Ainda é muito cedo para dizer.

Big-crunch
Se não houvesse a energia escura, responsável pelo espetáculo do crescimento do Universo, ele passaria a encolher e encolher, concentrando toda a matéria outra vez. Isso é o Big-Crunch. Depois de se contrair, o Universo explodiria novamente, gerando outro Big Bang. E isso aconteceria ciclicamente.

Fim da matéria
Essa teoria diz que a expansão continuará até que toda a matéria se dissipe por completo. Então, o campo de energia que envolve o Universo gera outra explosão. Começa tudo de novo.

Outros big bangs
O Big Bang como conhecemos pode ter criado apenas um universo, o nosso. Mas, como não temos nenhum conhecimento de supostos outros universos, não sabemos como eles teriam surgido. Ou seja, o nosso pode ser apenas uma de tantas outras Grandes Explosões. E ainda há uma teoria que diz que o Big Bang é resultado da colisão entre dois universos. Um mero tropeção cósmico, como tantos outros. O Big Bang não seria o grande início. Apenas mais um.

Bola de sabão
A teoria lembra aquela música do Babado Novo: o Universo seria uma bolha de sabão que cresce até explodir. Não se sabe quando vai estourar, nem quais as consequências (os planetas poderiam ser expulsos do Sistema Solar, por exemplo). Aí, então, ela geraria outro universo. Pirou minha cabeça.

E a fé?
O Vaticano, por exemplo, reconhece o Big Bang como uma obra divina - e não do acaso. Sem ele, Deus daria um outro jeito para criar tudo isso aí. E fim de papo.
Fonte: Antes do Big Bang, de Roberto Belisario

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Tipos de Estrelas

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton