50 anos após serem descobertos, quasares ainda são um mistério

Meio século após a descoberta dos quasares, astrônomos ainda não compreenderam como os objetos mais brilhantes do universo funcionam.
Os cientistas mediram a distância de um quasar – um núcleo galáctico incrivelmente brilhante alimentado por um buraco negro supermassivo – há exatos 50 anos, descobrindo que ele estava a bilhões de anos-luz de distância. A descoberta repercutiu muito na comunidade científica, abrindo um caminho para o estudo do universo distante e antigo. Mas nas décadas seguintes, os pesquisadores lançaram pouca luz sobre o poderoso motor que impulsiona os quasares. Nós encontramos milhares de quasares nos últimos 50 anos, mas ainda não temos bons modelos físicos para explicar como eles irradiam tanta energia “, escreve Robert Antonucci na edição atual da revista Nature.

“Sem teorias, não temos nada. Quasares irradiam energia amplamente em todo o espectro eletromagnético; emitem jatos de partículas em uma velocidade próxima a da luz; e são os objetos mais brilhantes do universo. Os cientistas acreditam que os quasares e outros tipos de núcleos galácticos ativos marcaram uma fase especial na vida de galáxias, no qual os buracos negros supermassivos estão devorando quantidades colossais de matéria. Essa característica era mais comum no passado, por isso há menos quasares próximos”, explica Antonucci. “Agora, como há pouco combustível, os buracos negros permanecem relativamente calmos no centro das galáxias, incluindo a nossa Via Láctea.

Os astrônomos têm encontrado quasares cada vez mais distantes, e cada vez próximos do Big Bang que criou o universo há 13,7 bilhões de anos. Acredita-se que nessa época havia muito mais matéria concentrada do que agora. As galáxias eram mais densas e ofereciam muito mais alimento para os buracos negros supermassivos, que conforme engoliam a matéria, irradiavam muita energia. Mas um melhor entendimento dos quasares é possível. O cientista afirma que está trabalhando com seus colegas no desenvolvimento de avançados modelos computacionais de buracos negros no universo distante. Ele afirma que com o desenvolvimento de novos telescópios, como o ALMA, a tarefa de desvendar os mistérios desses objetos torna-se menos complicada.
Fonte: http://www.space.com/20206-quasars-mystery-discovery-anniversary.html

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Tipos de Estrelas

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton