Estrutura desconhecida em buraco negro surpreende cientistas

Estudando um incomum buraco negro, astrônomos viram uma estrutura desconhecida no disco de matéria que rodeia o objeto. Swift J1357.2, um sistema binário de raios-X que emite regularmente explosões de alta energia, consiste de um buraco negro que lentamente está consumindo uma estrela companheira. A matéria da estrela é atraída pelo buraco negro, e antes de ser devorada, o orbita. E enquanto estudavam esse processo, os cientistas observaram uma incomum estrutura na vertical, viajando através da matéria. O buraco negro contido em Swift J1357.2 é um dos milhões de buracos negros estelares que pontilham a Via Láctea. Com cerca de três vezes a massa do Sol, o gigante provavelmente se formou após o colapso de uma estrela solitária. O objeto está localizado na constelação de Virgem, cerca de 4.900 anos-luz de distância. A estrela orbita o buraco negro a cada 2,8 horas, um dos períodos orbitais mais curtos já registrados. O buraco negro suga material da estrela e o coloca em seu disco de acreção, para lentamente ir consumindo. Ocasionalmente, ele emite rajadas de raios-X, o que o torna mais fácil de ser detectado.
 
Observando a luz produzida pelo disco de acreção, a equipe de pesquisadores liderada por Jesus Corral-Santana detectou um escurecimento periódico no sistema, que geralmente durava alguns segundos. “Desde que o período orbital do sistema é de 2,8 horas, o escurecimento não pode ser produzido por eclipses da estrela companheira”, disse Corral-Santana. “Por isso, eles devem ser produzidos por uma estrutura oculta localizada muito perto do buraco negro, no disco de acreção. A descoberta foi vista somente na parte externa do disco, e não na interior, onde as emissões de raios-X acontecem. Essa emissão, que não mostra variação periódica, ao contrário de sua contraparte óptica, indicou uma estrutura vertical presente, segundo os pesquisadores. No entanto, eles não sabem explicar do que se trata a estrutura ou se ela é comum em outros buracos negros. Para isso, Corral-Santana diz, são necessários novos estudos e observações desse e de outros buracos negros. 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Tipos de Estrelas

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton