7 de mar de 2013

PKS 0745: De Super Para Ultra – Quão Grande Um Buraco Negro Pode Ser?

O buraco negro no centro dessa galáxia é parte de uma pesquisa dos 18 maiores buracos negros do universo. Essa grande galáxia elíptica está no centro do aglomerado de galáxias conhecido como PKS 0745-19, que está localizado a aproximadamente 1.3 bilhões de anos-luz da Terra. Na imagem acima os dados de raios-X obtidos pelo Observatório de Raios-X Chandra da NASA são mostrados em roxo e os dados ópticos obtidos pelo Telescópio Espacial Hubble são mostrados em amarelo. Os pesquisadores descobriram que esses buracos negros podem ser aproximadamente dez vezes mais massivos do que se pensava anteriormente, co no mínimo dez deles pesando entre 10 e 40 bilhões de vezes a massa do Sol. Todos os potenciais buracos negros ultramassivos descobertos nesse estudos localizam-se nas galáxias no centro de aglomerados de galáxias contendo imensas quantidades de gás quente.
 
Esse gás quente produz a emissão difusa de raios-X vista na imagem. Explosões alimentadas pelos buracos negros centrais criam cavidades no gás, evitando que eles esfrie e formando assim um grande número de estrelas. Para gerar as explosões, os buracos negros precisam engolir grandes quantidades de massa. Pelo fato dos maiores buracos negros poderem engolir grande parte da massa e alimentar as maiores explosões, nesse contexto os buracos negros ultramassivos já haviam sido previstos para explicar algumas das maiores explosões observadas. Além dos dados de raios-X do Chandra, o novo estudo usa dados de rádio do Karl G. Jansky Very Large Array (JVLA) e do Australia Telescope Comapct Array (ATCA) e dados em infravermelho  do projeto 2-Micron All-Sky Survey (2MASS). OS resultados dessa pesquisa foram publicados na edição de 12 de Julho do The Montly Notices of Royal Astronomical Society.
Fonte: Cienctec / Chandra
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...