Há 50 anos, americano pegou no sono e fez história no espaço

Gordon Cooper fez último voo do programa Mercury e caiu no sono por não ter nada para fazer
Gordon Cooper foi primeiro americano a dormir no espaço Foto: Nasa / Divulgação
 
Há exatos 50 anos, o astronauta Gordon Cooper, apelidado de "Gordo", fez o histórico voo final do programa Mercury. O navegador das estrelas passou mais de um dia em órbita - mais do que todos os cinco lançamentos anteriores do programa juntos - e foi o primeiro americano a dormir no espaço. O Mercury foi um programa que ocorreu entre 1958 e 1963 e o primeiro dos Estados Unidos a mandar astronautas ao espaço. Participaram nomes famosos, como Alan Shepard (primeiro americano no espaço, em um voo suborbital) e John Glenn (primeiro a fazer uma órbita). Shepard ainda seria um dos homens na Lua. O lançamento de Cooper ocorreu em 15 de maio de 1963. Na ponta de um foguete Atlas, ficava a cápsula Faith 7, que levava Cooper e seu traje - que não era nada mais do que uma roupa de pilotos de jato para grandes altitudes modificada para uso no espaço.
 
O objetivo da missão, entre outros, era avaliar os efeitos de uma longa estadia do homem no espaço. Para isso, ele permaneceu um dia, 10 horas, 19 minutos e 49 segundos em órbita. Foram 22 voltas e meia ao redor do planeta. Após tanto tempo na minúscula cápsula, as leituras dos sinais vitais de Gordo mudaram. Os técnicos em solo descobriram que, de tanto tédio devido à longa espera e pela falta do que fazer, ele acabou por dormir. Na 19ª órbita, o sistema de controle automático da nave começou a falhar. O resultado foi um efeito cascata de problemas em outros sistemas elétricos. Cooper foi forçado a mais um pioneirismo: a primeira reentrada manual da história do programa espacial americano. 
 
 Com instruções de solo, o astronauta conseguiu alinhar perfeitamente a nave e parou a menos de dois quilômetros do ponto previsto e pouco mais de seis quilômetros do veículo que ia transportá-lo. Cooper nasceu em 6 de março de 1927 em Shawnee, Oklahoma. Foi piloto da Força Aérea dos Estados Unidos e fez mais de 7 mil horas de voo, sendo 4 mil em jatos. Na Nasa, além do Mercury, foi ao espaço pelo programa Gemini. Ele passou 222 horas fora do planeta. Estava previsto que fosse à Lua na Apollo 13, mas em seu lugar foram Alan Shepard e Deke Slayton. Apesar dos protestos furiosos de Cooper, a decisão foi mantida. Como resultado, ele deixou a Nasa e o serviço militar em 1970. 
 
Passou por diversas organizações, que iam de empresas de peças de carro até o cargo de vice-presidente uma companhia de pesquisa e desenvolvimento da Disney. Gordo demonstrou grande interesse em óvnis. Ele chegou a falar na ONU contra o que considerava um encobrimento do governo americano. Negou ter visto objetos não identificados no espaço, mas disse ter perseguido um óvni metálico durante um voo pela Força Aérea na Europa. Cooper morreu de causas naturais em sua casa em Ventura, Califórnia, em 4 de outubro de 2004. Com informações da Nasa e do jornal britânico The Independent.
Fonte:Terra

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Tipos de Estrelas

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton