Quatro Flares classe X

Créditos da imagem: NASA, o Solar Dynamics Observatory, GSFC

Girando ao redor do limbo leste do Sol desde a segunda-feira, um grupo de manchas solares chamado de região ativa AR1748 tem produzido as primeiras quatro flares de classe X do ano de 2013 em menos de 48 horas. Na sequência temporal acima, no sentido horário desde a parte superior esquerda, temos as quatro flares capturadas na luz ultravioleta do satélite Solar Dynamis Observatory, ou SDO. Ranqueadas de acordo com o seu pico de brilho em raios-X, as flares de classe X são as mais poderosas e são frequentemente acompanhadas pelas chamadas ejeções de massa coronal, ou CMEs, massivas nuvens de plasma de alta energia lançadas ao espaço. Mas as CMEs das três primeiras flares não estavam direcionadas para a Terra, enquanto que aquela associada com a quarta flare pode mandar um pouco de sua energia em direção ao campo magnético da Terra, que deve chegar em 18 de Maio de 2013. Causando perdas temporárias de sinal de rádio, a região AR1748 provavelmente não acabou. Ficaremos ligados esperando por fortes flares que podem ser produzidas à medida que a região ativa em rotação fique do lado visível do Sol apontada diretamente para a Terra. Quanto ao Timão? Relaxa pessoal, ano que vem tem mais, e se você estiver pensando em viajar para esfriar a cabeça, sugiro a Noruega, onde auroras provavelmente devem ocorrer se a região continuar com essa atividade.
Fonte: http://apod.nasa.gov/apod/ap130516.html

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Tipos de Estrelas

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton