SDSSJ1506 +54: A galáxia mais “ecológica” do universo

Cientistas descobriram o que pode ser a galáxia mais ecológica já vista – uma fábrica de estrelas que opera em uma taxa de eficiência de quase 100%.
A NASA anunciou a descoberta da galáxia denominada SDSSJ1506 54, ela está localizada a 6 bilhões de anos-luz de distância da Terra, e produz estrelas à uma taxa centenas de vezes maior do que a Via Láctea. A maioria das galáxias usa apenas uma pequena fração do seu combustível disponível para produzir estrelas, mas em SDSSJ1506 +54, ele é rapidamente consumido para tal fim. E enquanto as estrelas tendem a se formar nos braços espirais, neste caso, o gás é coletado no centro da galáxia, onde um tumulto furioso de formação de estrelas está ocorrendo.
 

Berçários estelares

 
Novas estrelas surgem quando o gás em uma nebulosa, por exemplo, colapsa sob a força da gravidade, apertando os átomos a ponto de desencadear uma fusão nuclear. Mas quando uma estrela se forma, sua poderosa radiação sopra o gás para fora, tornando difícil para o gás ao redor formar novos astros. Este efeito limita a taxa máxima possível de formação de estrelas, mesmo na galáxia SDSSJ1506 +54.
 
“Nós vemos um pouco de gás efluente de SDSSJ1506 +54 viajando a milhões de quilômetros por hora, e esse gás pode ter sido afastado pela poderosa radiação das estrelas recém-formadas”, disse o coautor do estudo Ryan Hickox, astrofísico do Dartmouth College, EUA. Apesar de suas peculiaridades, SDSSJ1506 +54 é uma galáxia normal registrada em uma fase curta de evolução. Dentro de algumas dezenas de milhões de anos, a galáxia provavelmente terá usado a maior parte de seu gás e se tornará uma galáxia elíptica comum.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Tipos de Estrelas

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton