6 de mai de 2013

Sonda da Nasa registra erupções solares com intensa radiação

Tempestades ocorridas na sexta-feira (3) são consideradas de nível médio. Quando é forte, fenômeno pode atrapalhar sinais de comunicação na Terra.
Imagem de atividade solar combina três registros feitos pelo SDO na sexta-feira (3) (Foto: Nasa/SDO/AIA)
 
O Sol emitiu uma erupção de nível médio na sexta-feira (3), com poderosas chamas de radiação. As imagens foram captadas pela sonda Observatório de Dinâmica Solar (SDO) da agência espacial americana (Nasa), em um comprimento de onda que revela detalhes em alta temperatura. A foto abaixo combina três registros diferentes do SDO. As labaredas emitidas pela nossa principal estrela são da classe M, consideradas a mais fracas a causar algum tipo de efeito meteorológico espacial perto da Terra. Quando esses fenômenos são muito intensos, podem enviar partículas ao espaço perturbar a atmosfera do nosso planeta e prejudicar sinais de comunicação por rádio e satélite, além de causar espetáculos visuais como a aurora boreal. Lançada em 2010, o SDO estuda fenômenos do Sol capazes de interferir na nossa vida. Ultimamente, tem havido um aumento no número de tempestades solares, à medida que o astro se aproxima do chamado "máximo solar", período de pico de atividade após um ciclo de 11 anos, em que há um aumento no número de manchas na superfície. Esse máximo é esperado no fim de 2013.
Foto azul-esverdeada do Sol vê detalhes das explosões emitidas em alta temperatura (Foto: Nasa/SDO/AIA)
Fonte: G1
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...