SDSSJ1430: Uma Galáxia em Anel de Einstein

Créditos e direitos autorais : A. Bolton (UH/IfA) para SLACS e NASA/ESA
 
O que é grande, azul e pode envolver uma galáxia inteira? A miragem causada por uma lente gravitational. Na foto acima, à esquerda, a gravidade de uma galáxia branca normal distorce gravitacionalmente a luz de uma galáxia azul mais distante. Geralmente, isso resulta em duas imagens discerníveis da galáxia distante, mas aqui o alinhamento da lente é tão preciso que a galáxia ao fundo é distorcida em um anel quase completo. Uma vez que tais efeitos de lente gravitacional foram previstos em detalhes por Albert Einstein, mais de 70 anos atrás, tais imagens, como o SDSSJ1430, são agora conhecidos como Einstein Rings (Anéis de Einstein). O SDSSJ1430 foi descoberto durante a campanha do Sloan Lens Advanced Camera for Surveys (SLACS), um programa de observação que tem por objetivo inspecionar os candidatos a lente gravitacional encontrados pela Sloan Digital Sky Survey (SDSS), com a câmera ACS do Telescópio Espacial Hubble. Lentes gravitacionais poderosas como o SDSSJ1440 são mais do que estranhas - suas múltiplas propriedades permitem aos astrônomos determinar a massa e a quantidade de matéria escura à frente das lentes gravitacionais. Dessa forma, os dados do SLACS já foram usados, por exemplo, para mostrar que a fração de matéria escura aumenta com a massa global da galáxia. As imagens ao lado retratam, de cima para baixo, respectivamente, uma imagem reconstruída por computador de como a galáxia azul, ao fundo, realmente parece, apenas a galáxia branca à frente e apenas a galáxia azul, ampliada e distorcida.
Fonte: www.nasa.gov

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Tipos de Estrelas

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton