Sonda Cassini Se Prepara Para Fazer Imagem Especial da Terra

Esta visão simulada da sonda Cassini da NASA mostra as posições esperadas de Saturno e Terra em 19 de julho de 2013 em torno do tempo Cassini irá tirar uma foto da Terra. Cassini será de cerca de 898 milhões milhas (1.440 milhões quilômetros) de distância da Terra na época. Essa distância é quase 10 vezes a distância do Sol à Terra. Crédito da imagem: NASA / JPL-Caltech
 
A sonda da NASA, agora explorando Saturno, fará no dia 19 de Julho de 2013, uma imagem especial do nosso planeta, a milhões de quilômetros de distância. A Terra, logicamente aparecerá como um ponto pálido azul entre os anéis de Saturno na imagem, que será parte de um mosaico, ou de um retrato composto de múltiplas imagens que a sonda Cassini está compondo para o Sistema de Saturno. Enquanto a Terra será somente um pixel do ponto de vista da Cassini, a 1.44 bilhões de quilômetros de distância, a equipe da sonda está esperando dar ao mundo uma chance para ver como o nosso lar se parece quando observado desde Saturno”, disse Linda Spilker, cientista de projeto da NASA no Laboratório de Propulsão a Jato, em Pasadena, na Califórnia.
 
 “Nós esperamos que todos possam se juntar numa onda para Saturno, desde a Terra, para que possamos comemorar essa oportunidade especial”. A Cassini fará as imagens da Terra como parte do mosaico às 18:27, hora de Brasília sendo que essa captura deve durar aproximadamente 15 minutos. Tudo acontecerá enquanto Saturno eclipsará o Sol do ponto de vista da Cassini. O ponto vantajoso da sonda na sombra de Saturno fará com que ela tenha uma oportunidade científica especial para observar o planeta dos anéis. No momento da imagem a América do Norte e parte do Oceano Atlântico, incluindo nós, aqui no Brasil estaremos entrando na noite.
 
Diferente das duas imagens anteriores do eclipse de Saturno em 2006 em que a sonda registrou a Terra, e outra vez em 2012, a imagem que será feita marcará a primeira vez que a sonda registrará a Terra em cor natural, ou seja, como o olho humano a enxergaria desde Saturno. Será também a primeira vez que a Terra e a Lua serão capturadas com a câmera de mais alta resolução da sonda Cassini. A posição da sonda permitirá que ela vire suas câmeras na direção do Sol, onde a Terra está, sem danificar os sensíveis detectores da Cassini.
 
“Desde que nós registramos a Terra entre os anéis de Saturno em Setembro de 2006 num dos mosaicos que se tornou uma das imagens mais amáveis da Cassini, eu quero fazer isso sempre e cada vez melhor”, disse Carolyn Porco, líder da equipe de imageamento da Cassini no Space Science Institute em Boulder, no Colorado. “Dessa vez, eu quero fazer desse evento uma oportunidade para todos ao redor do planeta salvar o que a de único na Terra a preciosidade da vida que temos.  Porco e sua equipe de imageamento examinou o plano de voo da Cassini para ver o momento em que a Terra não estaria obscurecida pela sombra de Saturno ou pelos seus anéis.
 
Trabalhando com outras equipes da missão, eles encontraram que o dia 19 de Julho será a oportunidade que permitirá que a sonda gaste um tempo na sombra de Saturno para duplicar as visões feitas anteriormente na missão, coletando tanto imagens visíveis como do infravermelho do planeta e do seu sistema de anéis. “Olhando de volta na direção do Sol, através dos anéis conseguiremos ver em destaque as finas partículas que os constituem, partículas da espessura de um fio de cabelo, ou seja, difíceis de serem observadas da Terra”, disse Matt Hadmen, um membro da equipe de ciência da Cassini, baseado na Universidade Cornell em Ithaca, N.Y., e um membro do grupo de trabalho dos anéis.
 
“Nós estamos particularmente interessados em ver as estruturas dentro do empoeirado Anel E de Saturno, que é esculpido pela atividade de gêiseres da lua Encélado, pelo campo magnético de Saturno e até mesmo pela pressão da radiação”. Essa última imagem continuará um legado das imagens feitas do espaço pelas sondas da NASA do nosso frágil mundo, que inclui a Terra Nascente de 1968, feita pela Apollo 8 a 380000 quil6ometros de distância, e O Pálido Ponto Azul feita pela sonda Voyager a 6 bilhões de quil6ometros de distância.
 
A missão Cassini-Huygens é um projeto cooperativo da NASA, da Agência Espacial Europeia e da Agência Espacial Italiana. O JPL, gerencia a missão Cassini-huygens para o Science Mission Directorate da NASA em Washington, e desenhou, desenvolveu e montou o módulo orbital Cassini e suas duas câmeras. A equipe de imageamento consiste de cientistas dos EUA, Reino Unido, França e Alemanha. O centro de operações de imageamento é baseado no Space Science Institute em Boulder, no Colorado.
Fonte: http://www.jpl.nasa.gov

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Tipos de Estrelas

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton