Noites límpidas numa Super-Terra

Quando se tem uma coisa boa durante toda a vida é fácil tomá-la como garantida... especialmente se essa coisa é invisível. Mas hoje vamos dedicar um pouco do nosso tempo a pensar na sorte que temos em viver num planeta com atmosfera! A atmosfera terrestre é formada por gás que envolve o nosso planeta, como um cobertor que não escapa, devido à gravidade da Terra. Mantém a temperatura junto à superfície agradável e acolhedora, protegendo-nos do gélido frio do espaço durante a noite e do calor abrasador do Sol durante o dia. Além disso, a atmosfera atua como uma barreira protetora absorvendo os perigosos raios solares e outros objetos cósmicos antes de nos alcançarem à superfície da Terra!
 
Assim, é graças à nossa atmosfera que podemos viver na Terra. Verificou-se que alguns dos planetas fora do nosso sistema solar também têm atmosferas! Astrónomos japoneses acabaram de identificar a atmosfera de um planeta que orbita uma estrela distante. O planeta é cerca de 4 vezes maior do que a Terra. Chamamos a planetas como este “Super-Terras”. As observações mostraram que apesar do planeta possuir uma atmosfera verdadeiramente grandiosa, cerca de 200 000 vezes mais densa que a da Terra, não está muito nublado. Aposto que isto provoca em muitos de vocês uma grande inveja!

Curiosidade:
Não existe uma fronteira real entre a nossa atmosfera e o espaço, uma vez que a atmosfera se vai tornando progressivamente mais fina à medida que a nossa altitude vai aumentando. Mas decidimos colocar uma linha imaginária a 100 km de altitude, a que chamamos de linha Kármán e que definimos como o princípio do espaço. No entanto os seres humanos só conseguem respirar até cerca de 8 km de altitude.
Fonte:Ciência 2.0

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Tipos de Estrelas

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton