Dinamarquês quer enviar nave tripulada só de ida a lua de Júpiter

Projeto não tem data de conclusão e pretende enviar seres humanos à lua Europa em busca de vida graças à vasta presença de água no lugar 
Kristian Von Bengston é o dinamarquês fundador da Copenhagen Suborbitals (instituição que pretender lançar humanos em viagens longas pelo espaço) e possui algumas propostas bem polêmicas em relação ao cosmos. Ele acabou de anunciar mais um projeto bastante ambicioso (e, para muitos, completamente irreal), batizado de "Objective Europa" – Objetivo Europa, em tradução literal. A finalidade desse projeto é enviar seres humanos em uma viagem só de ida (!) à lua congelada Europa, que orbita ao redor do planeta Júpiter. Certos cientistas acreditam que pode existir vida no local, já que há grande presença de água em Europa. Bengston classificou a missão como "uma das coisas mais legais que você pode fazer" e está procurando por recrutas voluntários. Bengston também disse que existem mais de 7 bilhões de pessoas na Terra e que não deve ser difícil encontrar algumas centenas que queiram se envolver no projeto.

Um time bastante diversificado
 
A Copenhagen Suborbitals é uma pequena agência espacial que funciona a base de doações de pessoas ao redor do mundo. Entretanto, Kristian Von Bengston não ainda está à procura do dinheiro para a missão "Objective Europa", focando-se mais no aspecto teórico e das possibilidades reais de tal missão. "O nosso ponto de partida é puramente teórico, porém vai entrar em fases mais avançadas logo, que incluem protótipos de alta tecnologia e, eventualmente, um teste tripulado – se nós concluirmos que a nossa missão realmente é possível", garantiu Bengston em entrevista ao site Mother Board. Bengston já deixou claro que o trabalho na missão "Objective Europa" não será remunerado e que ele quer voluntários das mais diferentes áreas, como "arquitetos, designers, cientistas e sonhadores". Essas serão as pessoas que viabilizarão ou não o projeto, o dinheiro recebido das doações será destinado aos testes e às compras dos materiais necessários.

As dificuldades básicas do espaço
 
Não há como negar que existem muitos empecilhos para que o sonho de Kristian Von Bengston se torne realidade. Em primeiro lugar, a força gravitacional de Júpiter é muito mais forte do que na Terra – fato que exigirá enormes quantidades de combustível. Em segundo, existem as radiações presentes nas partículas ao redor do campo magnético de Júpiter que exigem uma blindagem excessivamente cara para proteger os aparelhos eletrônicos e a tripulação da espaçonave. Ah sim, sem falar que a lua Europa está muito, mas muito longe. A sonda da NASA Galileo levou mais de 6 anos para chegar à Júpiter, entretanto Bengston pretende fazer esse trajeto em menos tempo. E você, acha que isso será possível de acontecer nos próximos anos?
Fonte: Mega Curioso

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Tipos de Estrelas

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton