ISON, Marte e Regulus

Créditos da Imagem e Direitos Autorais:Pete Lawrence (Digital-Astronomy)

Em ordem, de cima para baixo, esse retrato celeste mostra o Cometa ISON, o planeta Marte e a estrela Regulus, a estrela alfa da constelação do Leão, todos os objetos no mesmo enquadramento. A cena acima se espalha por 2 graus perto do horizonte leste e foi registrada nas primeiras horas da manhã do dia 15 de Outubro de 2013. O mais perto dos três objetos, o tão aclamado Cometa ISON (C/2012 S1) é de longe o mais apagado e está atualmente a 14 minutos-luz de distância da Terra, ou seja, 1.7 UA. Marte está um pouco mais distante que o ISON agora, a 16.5 minutos-luz de distância, ou 2 UA. A estrela Regulus tem um brilho que supera o brilho dos outros dois objetos e está a uma distância de 75 anos-luz.
 
Logo acima da estrela Regulus, uma fumaça de luz é na verdade a galáxia anã Leo I, localizada a 800000 anos-luz de distância da Terra e quase que perdida no brilho azul da estrela. Espera-se que o Cometa ISON cresça em brilho. O quão brilhante ele será ainda não está claro, mas com certeza não será tão brilhante quanto a Lua Cheia no céu noturno. Com um diâmetro estimado entre 1 e 4 quilômetros, o núcleo do ISON pode sobreviver do seu encontro com o Sol que acontecerá no próximo dia 28 de Novembro de 2013. Se isso realmente acontecer, ele começará a aparecer nos céus da Terra no horizonte leste para os habitantes do hemisfério norte antes do amanhecer no mês de Dezembro de 2013.
Fonte: http://apod.com/ap131017.html

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Tipos de Estrelas

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton