VY Canis Majoris - Uma das maiores estrelas conhecidas pelo homem

VY Canis Majoris é uma das maiores estrelas conhecidas pelo homem (considerando o raio, porém há controversas). Esta estrela Hipergigante vermelha, encontrada na constelação de Canis Major, estima-se ter um raio de pelo menos 1420 (1420 vezes o raio do sol) porém alguns cientistas acreditam que seja apenas de 600 vezes e sua massa é de aproximadamente 17 vezes. Embora não seja a mais luminosa entre todas as estrelas conhecidas , ele ainda está entre as “top 50″. Se VY Canis Majoris fosse colocada no lugar do sol em nosso sistema solar, ela se estenderia até a órbita de Júpiter.
 
Características de VY Canis Majoris
 
Hipergigantes são as mais maciças e luminosas das estrelas. Como tal, elas emitem energia em um ritmo muito rápido. Assim, hipergigantes duram apenas alguns milhões de anos. Comparando isso com astros como o Sol e similares que podem se manter queimando por até 10 bilhões de anos, parece realmente muito pouco tempo. VY Canis Majoris está a cerca de 3.900 anos-luz da Terra. Este valor, no entanto, é apenas uma estimativa , pois ela está muito longe para o paralaxe ser usado. Paralaxe é o método mais comum para medir distâncias estelares. Na verdade, é um tipo especial de triangulação, isto é, semelhante ao usado pelos engenheiros que fazem uso de ângulos e de uma base de referência fixa.
 
Algumas estrelas existem em pares. Estas são chamados de sistemas estelares binários ou simplesmente sistemas binários como é o caso de Sírius, existem também vários outros sistemas de estrelas. VY Canis Majoris, no entanto, queima como uma única estrela. Por ser uma estrela variável semiregular, VY Canis Majoris exibe mudanças de luz periódicas. Seu período tem a duração de cerca de 2.200 dias. O astrônomo francês Jerome Lalande é creditado ser a primeira pessoa a ter registrado VY Canis Majoris. A entrada em seu catálogo de estrelas, foi em 7 de Março de 1801, lista como uma estrela de magnitude 7, atualmente não é mais possível avistar VY Canis Majoris no céu, acontece que a estrela está morrendo e ejetando sua massa em uma nebulosa circundante que encobre seu brilho.
 
Magnitude aparente é uma unidade de medida para o brilho de uma estrela , como observado da Terra. O maior magnitude de uma estrela , menos brilhante que é, assim, uma estrela com uma magnitude de 1 é considerada um das mais brilhantes. Há também valores negativos, que denotam corpos ainda mais brilhantes. Só para se ter uma ideia de onde VY Canis Majoris fica em termos de brilho, o sol ( a mais brilhante do nosso ponto de vista ) tem uma magnitude aparente de -26,73, ao passo que Sírius a estrela mais brilhante do céu noturno possui a magnitude aparente de -1,46.

Objetos mais tênues observáveis no espectro de luz visível (como detectado a partir do telescópio Hubble ) têm magnitudes de 30. Acreditava-se que a VY Canis Majoris era um sistema de estrelas múltiplas. Isto deve-se a seis componentes discretos que foram medidos por observadores durante o século 19. Cientistas finalmente perceberam que os referido componentes discretos eram realmente áreas luminosas da nebulosa circundante.
 
A Nebulosa em torno de VY Canis Majoris
 
Como mencionado acima, VY Canis Majoris é cercada por uma extensa nebulosa que mostra condensações que foram tomadas como estrelas companheiras e que tem sido amplamente estudada com o auxílio do telescópio espacial Hubble, mostrando uma estrutura complexa, com filamentos e arcos causados por erupções passadas.
Fonte: http://www.cienciasetecnologia.com

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Tipos de Estrelas

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton