Cientistas descobrem primeiro planeta rochoso do tamanho da Terra

Esta ilustração compara a Terra com o recém-confirmado mundo "torrado" Kepler-78b. Kepler-78b é cerca de 20% maior que a Terra e 70% mais massivo. Kepler-78b completa uma órbita em torno da sua estrela hospedeira a cada 8,5 horas.Crédito: David A. Aguilar (CfA)

Astrónomos descobriram o primeiro planeta do tamanho da Terra para lá do nosso Sistema Solar que tem uma composição rochosa como a da Terra. Kepler-78b gira em torno da sua estrela-mãe a cada 8,5 horas, o que o torna num inferno em chamas e nada adequado para a vida como a conhecemos. Os resultados foram publicados em dois artigos da revista Nature. A notícia chegou em grande estilo com a mensagem: 'Kepler-10b tem um irmão mais novo,'" afirma Natalie Batalha, cientista da missão Kepler no Centro de Pesquisa Ames da NASA em Moffett Field, no estado americano da Califórnia. Batalha liderou a equipa que descobriu Kepler-10b, um planeta também rochoso mas maior identificado pelo observatório Kepler.

"A mensagem expressa a alegria em saber que a família de exoplanetas do Kepler está a crescer," reflecte Batalha. "Também diz muito sobre o progresso. As equipas Doppler estão atingindo maior precisão, medindo massas de planetas cada vez mais pequenos. Isto é um bom augúrio para o objectivo mais amplo de um dia encontrar provas de vida para lá da Terra. Kepler-78b foi descoberto usando dados do telescópio espacial Kepler da NASA, que durante quatro anos estudou simultaneamente e continuamente mais de 150.000 estrelas à procura de quedas reveladoras no seu brilho provocadas pela passagem, ou trânsito, de planetas.

Duas equipes dependentes de pesquisa, de seguida, usaram telescópios terrestres para confirmar e caracterizar Kepler-78b. Para determinar a massa do planeta, as equipas usaram o método de velocidade radial para medir a oscilação gravitacional que um planeta em órbita provoca na sua estrela. O Kepler, por outro lado, determina o raio de um planeta pela quantidade de luz bloqueada quando passa em frente da sua estrela hospedeira. Já foram descobertos um punhado de planetas com o tamanho ou massa da Terra. Mas Kepler-78b é o primeiro a ter a massa e o seu tamanho medido. Com ambas estas características conhecidas, os cientistas podem calcular a densidade e determinar a composição do planeta.

Kepler-78b tem 1,2 vezes o tamanho da Terra e é 1,7 vezes mais massivo, o que resulta numa densidade idêntica à da Terra. Isto sugere que Kepler-78b é também composto principalmente por rocha e ferro. A sua estrela é um pouco mais pequena e menos massiva que o Sol e está localizada a cerca de 400 anos-luz de distância na direcção da constelação de Cisne. Uma equipa liderada por Andrew Howard da Universidade do Hawaii em Honolulu, fez o acompanhamento com observações no Observatório W. M. Keck no topo do Mauna Kea no Hawaii.

A outra equipa liderada por Francesco Pepe da Universidade de Genebra, na Suíça, fez o seu trabalho no solo no Observatório Roque de los Muchachos de La Palma, nas Ilhas Canárias. Este resultado será um dos muitos discutidos na próxima semana, durante a segunda conferência científica do Kepler entre 4 e 8 de Novembro no Centro de Pesquisa Ames da NASA. Mais de 400 astrofísicos da Austrália, China, Europa, América Latina e EUA vão reunir-se para apresentar os seus resultados mais recentes usando dados do Kepler acessíveis ao público em geral.
Fonte: Astronomia 0n-Line

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Tipos de Estrelas

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton