A Cratera Yoshikawa em Mercúrio

A cratera Yoshikawa, assim denominada em homenagem ao novelista japonês Eiji Yoshikawa, domina a cena da imagem apresentada acima. Essa cratera pode conter depósitos ricos em gelo, dentro de seu assoalho. Apesar de estar totalmente na sombra quando essa imagem foi feita em 7 de Novembro de 2013, somente uma porção de seu assoalho está permanentemente na sombra dos raios solares. O seu nítido anel e o seu campo de crateras secundárias bem preservado significam que essa é uma cratera relativamente nova, e qualquer depósito de gelo em seu interior deve também ser relativamente jovem. A imagem acima foi adquirida como parte da campanha de imageamento de regiões em sombra permanente nas crateras polares do instrumento MDIS.

As imagens são feitas com o filtro claro de banda larga da câmera WAC, que tem um comprimento de banda de 600 nanômetros e que é usado para calibrar as imagens de estrelas, tem um grande potencial para revelar detalhes de regiões sombradas da superfície que são fracamente iluminadas pela luz do Sol. As imagens NAC obtidas com longos períodos de exposição são também adquiridas para buscar por detalhes em regiões de sombras. Uma variedade de tempos de exposição de imagens e de condições de visualização são empregados para maximizar a oportunidade de resolver feições de superfícies de áreas que estão permanentemente em sombras.
Fonte: http://messenger.jhuapl.edu

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Tipos de Estrelas

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton