Uma visão de perto de um monstruoso Buraco Negro

blackhole_hobart_3300

No centro de um redemoinho de gás quente, está provavelmente, uma besta que nunca foi observada diretamente: um buraco negro. Estudos da luz brilhante emitida pelo gás em rotação frequentemente indicam não somente que um buraco negro está presente, mas também indicam alguns de seus atributos. O gás ao redor do GRO J1655-40, por exemplo, tem-se verificado, exibe uma cintilação incomum a uma taxa de 450 vezes por segundo. Dada uma estimativa de massa anterior para o objeto central de sete vezes a massa do nosso Sol, a taxa da cintilação pode ser explicada pelo fato do buraco negro estar em rotação muito veloz. Que mecanismo físico causa na verdade a cintilação – e uma mais lenta oscilação quasi-periódica, ou QPO – nos discos de crescimento ao redor dos buracos negros e das estrelas de nêutrons ainda é um tópico de muita pesquisa.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Tipos de Estrelas

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton