O lar espiral de estrelas em explosão

potw1413a

Nessa nova imagem do Hubble, nós podemos ter uma visão quase que totalmente de frente da galáxia NGC 1084. Numa primeira olhada, essa galáxia é normal. Como a maioria das galáxias que nós observamos ela é uma galáxia espiral, e como cerca de metade das galáxias espirais, ela não tem uma barra cruzando seus braços. Contudo, embora possa parecer comum e sem nenhum destaque no papel, a NGC 1084 é na verdade, um exemplo quase que perfeito desse tipo de galáxia – e o Hubble fez uma observação perto do perfeito dela. A NGC 1084 tem abrigado alguns violentos eventos, conhecidos como supernovas – explosões que ocorrem quando estrelas massivas, muitas vezes mais massivas do que o Sol, se aproxima de seu crepúsculo.

 À meidade que o processo de fusão em seus núcleos esgotam o combustível, essas gigantescas estrelas entram em colapso, expelindo suas camadas externas em uma violenta explosão. As supernovas podem brilhar brevemente se sobrepondo ao brilho de toda a galáxia, antes dela se apagar depois de algumas semanas ou meses. Embora seja difícil observar diretamente uma dessas explosões, em galáxias como a NGC 1084, podem encontrar e estudar a parte remanescente dessas explosões. Os astrônomos notaram cinco explosões de supernovas na NGC 1084, nos últimos cinquenta anos. Essas remanescentes receberam os nomes de acordo com o ano em que elas ocorreram, a saber: 1963P, 1996an, 2009H e 2012ec.

A explosão mais recente, a 2012ec, foi detectada na parte terminal do braço superior direito da NGC 1084 em Agosto de 2012. Ela não é visível aqui, já que as imagens usadas para montar essa visão final foram feitas em 2001, onze anos antes dessa supernova explodir. Os astrônomos na Universidade de Queen Belfast, têm manipulado essas imagens anteriores à explosão, para identificar diretamente qual estrela que explodiu. Parece ser uma supergigante vermelha cerca de 10 a 20 vezes mais massiva que o Sol, e bem similar à estrela Betelguese em Orion. Uma versão dessa imagem entrou na competição de processamento de imagens Hubble´s Hidden Treasures pelo usuário do Flickr, Brian Campbell (Snickel).

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Tipos de Estrelas

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton