30 de jul de 2014

Uma fatia de estrelas

A slice of stars

O fino raio brilhante, que cruza a imagem, corta uma figura solitária, com poucas estrelas em primeiro plano e galáxias num distante segundo plano para fazer companhia. Contudo, tudo isso é uma questão de perspectiva, já que localizada logo fora do frame está outra espiral próxima. Juntas, as duas galáxias formam um par, que se move através do espaço, unidas e uma fazendo companhia para a outra. O tema dessa imagem do Hubble é chamada de NGC 3501, com a NGC 3507 sendo sua companheira fora do frame. As duas galáxias parecem bem diferentes – outro exemplo da importância da perspectiva.

A NGC 3501 aparece de lado, dando a ela uma forma alongada e bem estreita. Sua parceira, contudo, aparece bem diferente, de frente nos dando a fantástica visão dos braços barrados em forma de redemoinho.

Enquanto os mesmos braços não possam ser visíveis nessa imagem da NGC 3501, é também uma galáxia espiral – embora um pouco diferente de sua companheira. Enquanto que a NGC 3507 tem barras cortando o seu centro, a NGC 3501 não possui essas feições. Ao invés disso, ela possui braços espirais soltos, todos originando do seu centro. As estrelas e o gás brilhante, podem ser vistos nessa imagem de forma intensa, cortados por escuras linhas de poeira que cruzam a galáxia. Uma versão dessa imagem entrou na competição de processamento de imagens Hubble’s Hidden Treasures pelo competidor Nick Rose.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...