Entre a alma e o coração, o belo cometa Jacques

MG_0098jacques_Dierick950

No dia 13 de Julho de 2014, um bom lugar para observar o Cometa Jacques, foi o planeta Vênus. O então recém descoberto visitante (C/2014 E2) ao sistema solar interno passou a uma distância de 14.5 milhões de quilômetros do nosso planeta irmão. Quando estiver de saído do sistema solar interno o cometa passará a 84 milhões de quilômetros do planeta Terra, no dia 28 de Agosto de 2014, mas mesmo assim, já é um alvo interessante para binóculos e telescópios. A dois dias atrás, a coma esverdeada do Jacques e a reta e fina cauda de íons foram capturadas nessa bela imagem telescópica, uma simples imagem de longa exposição de 2 minutos com uma câmera digital modificada. O cometa é visto ladeado pela IC 1805 e pela IC 1848, também conhecidas como as Nebulosas do Coração e da Alma da Cassiopeia.

Se você estiver no planeta Terra nesse final de semana, pode tentar procurar o cometa Jacques no céu noturno, ou observar Vênus, Júpiter e a Lua crescente que formarão um belo triângulo no céu antes do amanhecer. Para quem não sabe o cometa Jacques foi descoberto pelo Cristóvão Jacques, astrônomo brasileiro que junto com seus colegas fez essa e outra descoberta de cometa utilizando o já famoso Observatório SONEAR, localizado no interior de Minas Gerais. Esse observatório é totalmente brasileiro, desde o instrumento, até o software que registra o céu. O Cristóvão é um dos belos exemplos de que se o governo não se interessa nenhum pouco por ciência, nós não podemos desistir. Todo o observatório foi construído com recursos próprios e vem fazendo um belo trabalho. Esse ano, já descobriu dois cometas e uma série de NEOs, ou Near Earth Objects, os asteróides que ameaçam a nossa segurança no nosso tranquilo pálido ponto azul.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Tipos de Estrelas

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton