Postagens

Mostrando postagens de Julho 30, 2014

E o maior mistério do universo é…

Imagem
São 15 anos a coçar a cabeça, desde que percebemos que algum agente misterioso está empurrando o universo para longe. Nós ainda não sabemos o que é. Ele está em toda parte e não podemos vê-lo. Reponde por mais de dois terços do universo, mas não temos ideia de onde vem ou de que é feito. “A natureza não está pronta para nos dar alguma pista ainda”, diz Sean Carroll, físico teórico do Instituto de Tecnologia da Califórnia, em Pasadena (EUA). Um nome já lhe foi dado: energia escura. Agora, a busca é sobre o que realmente é. Ainda este ano, os astrônomos irão começar um novo levantamento do céu para procurar sinais do material entre as explosões de estrelas e antigos aglomerados de galáxias. Um pacote de missões espaciais e gigantescos telescópios baseados na Terra em breve se juntarão à missão.  Até o momento, nosso conhecimento é bastante escasso. Ele é limitado a, talvez, três coisas. Primeiro, sabemos que a energia escura empurra. Em 1998, observaram-se inesperadas explosões de super…

M31 – A Galáxia de Andrômeda

Imagem
Andrômeda é a maior galáxia mais próxima da Via Láctea. Acredita-se que a nossa galáxia se pareça muito com Andrômeda. Juntas essas duas galáxias dominam o Grupo Local de Galáxias. A luz difusa de Andrômeda é causada pelas centenas de bilhões de estrelas que a constitui. As poucas estrelas distintas que circundam a imagem de Andrômeda são na verdade, estrelas da nossa própria galáxia, e que estão bem na frente do objeto de segundo plano. Andrômeda é frequentemente chamada de M31, já que é o trigésimo primeiro objeto listado no catálogo de Messier de objetos difusos no céu. A M31 está a uma distância, que a sua luz leva cerca de dois milhões de anos para nos atingir. Embora seja visível a olho nu, como uma pequena mancha no céu, a imagem acima da M31 foi feita com uma câmera padrão acoplada a um telescópio pequeno. Muito sobre a M31 permanece ainda desconhecido e sendo tema de estudos, incluindo como ela adquiriu seu centro que tem feições que lembram dois picos e que é algo incomum en…

Uma fatia de estrelas

Imagem
O fino raio brilhante, que cruza a imagem, corta uma figura solitária, com poucas estrelas em primeiro plano e galáxias num distante segundo plano para fazer companhia. Contudo, tudo isso é uma questão de perspectiva, já que localizada logo fora do frame está outra espiral próxima. Juntas, as duas galáxias formam um par, que se move através do espaço, unidas e uma fazendo companhia para a outra. O tema dessa imagem do Hubble é chamada de NGC 3501, com a NGC 3507 sendo sua companheira fora do frame. As duas galáxias parecem bem diferentes – outro exemplo da importância da perspectiva.
A NGC 3501 aparece de lado, dando a ela uma forma alongada e bem estreita. Sua parceira, contudo, aparece bem diferente, de frente nos dando a fantástica visão dos braços barrados em forma de redemoinho.
Enquanto os mesmos braços não possam ser visíveis nessa imagem da NGC 3501, é também uma galáxia espiral – embora um pouco diferente de sua companheira. Enquanto que a NGC 3507 tem barras cortando o seu ce…

Épsilon de Auriga: o misterioso piscar de uma estrela gigante

Imagem
Épsilon de Auriga: a estrela tem 6 bilhões de quilômetros de raio e é a mais forte candidata ao posto de maior estrela conhecida. Crédito: Alson Wong and Citizen Sky/Nasa

Desde o século 19, um misterioso fenômeno acontece na constelação de Auriga, sem que os cientistas saibam exatamente por que. Ali, a cada 27 anos, a gigantesca estrela Épsilon perde metade de seu brilho e permanece assim por dois anos, até que lentamente se fortalece novamente. Afinal, o que acontece em Épsilon de Auriga? Situada a cerca de 2 mil anos-luz da Terra e medindo quase 6 bilhões de quilômetros de raio, Épsilon de Auriga é a mais forte candidata ao posto de maior estrela conhecida.
É tão grande que se fosse colocada no centro do Sistema Solar chegaria até a órbita de Urano, o penúltimo planeta a partir do Sol. O último "apagão" de Épsilon de Auriga começou em agosto de 2009 e em dezembro do mesmo ano atingiu seu ponto de menor brilho, provavelmente eclipsada por um escuro objeto. A natureza desse …

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...