Postagens

Mostrando postagens de Setembro 8, 2014

Estudos mostram que atmosfera solar (corona) é maior que imaginado

Imagem
Os cientistas usaram estas observações da atmosfera do sol (a luz brilhante do próprio sol é bloqueada pelo círculo preto no meio) do Observatório de Relações Solar Terrestrial da NASA, em 05 de agosto de 2007, para definir os limites exteriores da atmosfera solar, a corona.
Em torno do sol há uma grande atmosfera de partículas solares, através da qual os campos magnéticos orbitam, a medida que erupções solares se formam, colunas gigantescas de material ascendem, caem e empurram umas as outros ao redor. Essas informações tem implicações diretas para a próxima missão da NASA a Solar Probe Plus, com lançamento previsto para 2018, com o objetivo de chegar o mais perto do Sol do que qualquer tecnologia feita pelo homem já conseguiu.
A atmosfera solar se estende além do imaginado
Recentemente, com o auxílio do Observatório de Relações Terrestres Solar da NASA, os cientistas descobriram que essa atmosfera, chamada de corona, é ainda maior do que se pensava, estendendo-se cerca de 5 milhões mil…

Super-LUA vs. micro-LUA

Imagem
Créditos da imagem: Catalin Paduraru
O que é que tem de tão “super” sobre a Super-Lua de hoje? Ocorre que hoje a Lua cheia aparecerá um pouco maior e mais brilhante do que o habitual. O motivo é que a fase totalmente iluminada da Lua ocorre dentro de um curto período de tempo próximo do perigeu – quando a Lua está mais próxima da Terra em sua órbita elíptica.  Embora as condições precisas que definem uma Super-Lua variem, dada a definição, hoje será a terceira Super-Lua do ano – e o terceiro mês consecutivo em que a Super-Lua ocorre. Uma razão para as Super-Luas serem populares é porque elas são tão fáceis de se ver – basta ir lá fora ao pôr do Sol e observar uma Lua cheia impressionante nascendo! Uma vez que o perigeu ocorre de fato hoje, o nascer da Lua desta noite, no momento do pôr do Sol, também deverá ser impressionante. Na foto acima, uma Super-Lua de 2012 é comparada a uma Micro-Lua – quando a Lua cheia ocorre no ponto mais distante de sua órbita elíptica –, quando ela aparece …

Cometa é mais escuro que carvão - e sem água

Imagem
Métrica rápida

Existem inúmeras técnicas concebidas para tentar medir o sucesso de uma empreitada científica. Mas parece que nenhuma se compara a uma métrica bem do tipo senso comum: o quão boquiabertos os cientistas ficam quando veem os resultados de seus esforços.
Os primeiros resultados mostram que sempre vale a pena fazer grandes empreitadas científicas, como enviar uma sonda para pousar em um cometa.  [Imagem: ESA/ATG Medialab]
E, por essa avaliação, os primeiros resultados obtidos pela sonda espacial Rosetta representam um sucesso inegável: os cientistas ainda não encontraram nada do que esperavam ao ver um cometa de perto. "À primeira vista" porque a missão Rosetta está apenas no começo, olhando o cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko ainda a meia distância, aproximando-se para enviar um módulo de pouso e depois persegui-lo por um ano durante sua aproximação do Sol. Desde que as primeiras imagens do cometa 67P chegaram, os cientistas ficaram meio sem saber o que fazer com sua…

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...