Postagens

Mostrando postagens de Outubro 13, 2014

Hubble mapeia a temperatura e o vapor D’Água de um exoplaneta extremo

Imagem
Uma equipe de cientistas usando o Telescópio Espacial Hubble da NASA fez o mais detalhado mapa global já gerado de um planeta orbitando outra estrela, revelando segredos das temperaturas do ar e da água. O mapa fornece informações sobre as temperaturas em diferentes camadas da atmosfera desse mundo e traça a quantidade e a distribuição do vapor de água no planeta. As descobertas têm ramificações para o entendimento da dinâmica atmosférica  e da formação de planetas gigantes como Júpiter. “Essas medidas têm aberto a porta para um novo tipo de planetologia comparativa”, disse o líder da equipe, Jacob Bean, da Universidade de Chicago. Nossas observações são as primeiras desse tipo em termos de fornecer um mapa bidimensional da estrutura térmica do planeta que pode ser usado para restringir a circulação atmosférica e os modelos dinâmicos para exoplanetas quentes”, disse Kevin Stevenson, um dos membros da equipe, da Universidade de Chicago. As observações do Hubble mostram que o planeta, ch…

Astrônomos descobrem buraco negro 'guloso'

Imagem
Formação consome massa equivalente a 100 quintilhões de cachorros-quentes por minuto Astrônomos descobriram um buraco negro que consome gás de uma estrela vizinha dez vezes mais rápido do que se pensava ser possível. Conhecido como P13, o buraco negro “guloso” está há cerca de 12 milhões de anos-luz da Terra, na periferia da galáxia NGC7793. Segundo cálculos dos cientistas, ele consome peso equivalente a 100 quintilhões de cachorros-quentes por minuto.  A descoberta foi publicada nesta quarta-feira na revista “Nature”. Segundo Roberto Soria, pesquisador do Centro Internacional para Pesquisas Radioastronômicas, o P13 chamou atenção dos astrônomos por ser muito mais luminoso que outros buracos negros, mas o que se pensava era que ele era simplesmente maior.

— Nós acreditávamos que a velocidade máxima que um buraco negro absorvia gás e produzia luz era determinada pelo seu tamanho — explicou Soria, em comunicado. — Então, fazia sentido pensar que o P13 era maior que os buracos negros comun…

Primeiro pulsar ultraluminoso - Estrela morta incrivelmente brilhante

Imagem
Esta animação mostra uma estrela de nêutrons – o núcleo de uma estrela que explodiu em uma supernova massiva. Essa estrela de nêutrons particular, é conhecida como um pulsar, porque ela envia feixes de raios-X parecidos com faróis. (Crédito: NASA / JPL-Caltech)

Astrônomos que trabalham com o telescópio espectroscópico nuclear matriz da NASA (conhecido como NuSTAR), liderados pela Caltech ( California Institute of Technology ), descobriram uma remanescente estelar que pulsa com a energia de cerca de 10 milhões de sóis. O objeto, que se pensava inicialmente ser um buraco negro, devido ao seu imenso poder gravitacional e energia, era na verdade um pulsar (estrela de nêutrons), que é que sobra de uma estrela após uma supernova, e possuí grande densidade e velocidade de rotação.“Esta pequena e compacta remanescente estelar é uma potência.
Nós nunca vimos nada assim”, diz Harrison, pesquisador principal do NuSTAR e Benjamin M. Rosen Professor de Física da Caltech. ” Todos nós pensamos que um…

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...