O universo é um lugar tão grande que é fácil ficar perplexo, com as medições que os astrônomos fazem.

1974990_937115226301562_7091457700471184854_n
O tamanho da UY Scuti, que possivelmente, pode ser classificada como uma das maiores estrelas que temos observado até o momento, é certamente é desconcertante. Muito surpreendente não? UY Scuti é classificada como uma ” estrela hiper gigante” que é a classificação que vem depois” supergigante “e regular gigante “. Com todo esse tamanho ela possivelmente pode ser classificada como uma das maiores estrelas conhecidas, mas não é a estrela de maior massa. A Massa de UY Scuti é apenas 30 vezes maior que a do nosso Sol, o que a coloca longe do topo das estrelas mais massivas lista. E no topo das estrelas mais massivas esta a estrela R136a1, que ter cerca de 265 vezes a massa do Sol, mas com apenas 30 vezes o raio do sol.

Massa e tamanho físico (volume) nem sempre se correlacionam para estrelas, ainda mais quando o caso são as estrelas gigantes. Assim, enquanto UY Scuti só é cerca de 30 vezes mais massiva do que o Sol, ela tem um raio que chega próximo de ser de 1.700 vezes maior do que o raio do sol. Esta estrela pertence a uma classe de estrelas que variam em brilho porque variam seu tamanho, de modo que este número também é suscetível de mudar ao longo do tempo. A margem de erro nesta medida é de cerca de 192 raios solares. Esta incerteza é por isso que eu usei “, possivelmente uma das maiores estrelas” na minha descrição da UY Scuti. Se ao caso a margem de erro for menor que 192 raios solares, existem alguns outros candidatos que poderiam bater UY Scuti.

O tamanho aproximado da estrela é de cerca de 750 milhões de quilômetros, ou quase oito unidades astronômicas, (onde uma unidade astronômica é a distância entre a Terra e o sol). Esta estrela é grande o suficiente para se estender para além Júpiter. A complicação com estrelas é que elas têm bordas difusas. A maioria das estrelas não têm uma superfície rígida, onde as extremidades de gás e onde o vácuo começa, que teria servido como uma linha divisória mais fácil para marcar o fim da estrela.

Para UY Scuti, a fotosfera pode se estende para além da órbita de Júpiter, isto significa que a luz produzida no centro da estrela não iria ser capaz de fluir livremente a partir da estrela, até que ela esteja além de Júpiter. Além disso, haveria uma difusa atmosfera quente que alargaria ainda mais para fora do nosso sistema solar, e uma grande quantidade de gás e poeira que se perderia a partir da estrela ao longo dos anos. A nebulosa de gás dispersa da estrela se estende até 400 unidades astronômicas, o que é 10 vezes mais longe do que Plutão.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Tipos de Estrelas

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton