Se depender dos japoneses, elevador espacial deve ficar pronto até 2050

Quem nunca pensou em viajar para fora do planeta e entrar em contato com a vastidão do espaço, hein? Até agora, as opções para sair da Terra são: se tornar um astronauta, ser um cientista ou ainda bancar uma viagem privada com um montante considerável de dinheiro. Porém, esses dias de restrição podem estar contados se depender da empresa japonesa Obayashi. Ela pretende construir um elevador espacial que pode alcançar uma altura de 96 mil quilômetros no espaço até 2050. A ideia é implementar elevadores que podem carregar até 30 pessoas em uma viagem de cerca de sete dias para o topo da construção, uma estação espacial feita especialmente para abrigar e servir de ponto turístico para esses futuros viajantes. Calcula-se que o custo para esse transporte pode chegar a menos de 1% de trajetos similares usando foguetes de propulsão tradicionais.

Pensando na tecnologia do amanhã


Tanto a NASA como a Google – através de seu laboratório Google X – têm planos para elevadores espaciais, mas ambos esbarraram no problema dos materiais necessários para o empreendimento. A companhia oriental também depende do aperfeiçoamento da tecnologia de nanotubos de carbono para levar o projeto à frente, mas a Obayashi já está trabalhando em conjunto com diversas universidades japonesas para avançar nas pesquisas com o material e também em outras áreas.  Por enquanto, não conseguimos fazer cabos longos o bastante.

Só chegamos a nanotubos de 3 centímetros, mas precisamos de muito mais... acho que por volta de 2030 já conseguiremos chegar ao número pretendido”, contou Yoji Ishikawa, pesquisador e gerente de desenvolvimento na Obayashi. Ainda assim, Ishikawa concorda com um estudo de 2012 sobre o assunto, que diz que o elevador espacial é algo possível, mas que pode ser mais facilmente colocado em prática através de um projeto global unificado. “Não acho que uma empresa apenas consiga realizar o projeto, precisaremos de uma organização internacional para fazer algo tão grande”, explica.

Outros benefícios


O novo elevador pode acabar com a necessidade de se lançar foguetes da Terra para o espaço – uma operação extremamente cara e perigosa. É possível acoplar pequenas naves no trilho do elevador para que, então, sejam levadas à estação espacial e façam o seu lançamento diretamente do espaço, uma estratégia bem mais simples, sem a necessidade absurda de combustível gasto para vencer a gravidade do planeta. Além disso, a estrutura do transporte pode ser usada para captar uma grande quantidade de energia solar, podendo amenizar uma parte dos problemas energéticos que enfrentamos hoje em dia. Como projeto turístico, o elevador pode gerar lucro o suficiente para que outras plataformas possam ser construídas e, quem sabe, fazer com que um dos próximos pontos de parada possa ser a Lua. De qualquer maneira, se tiver planos de conhecer a fronteira final, é melhor começar a guardar uma graninha todos os meses para garantir a sua futura passagem no serviço de transporte. Vejo vocês por aí, caubóis espaciais!
Fonte: Tecmundo
ABC

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Tipos de Estrelas

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton