Postagens

Mostrando postagens de Maio 7, 2015

6 fatos incríveis e curiosos sobre os buracos negros

Imagem
Você sabe tudo sobre os buracos negros? Algumas curiosidades poderão te surpreender!

Uma das coisas mais fascinantes e intrigantes que existem no Universo são os buracos negros. Por mais que a gente tente, pode ser difícil entender seus conceitos, afinal, sua física não faz parte da nossa realidade... e coisas tão colossais quanto os buracos negros podem ser um pouco inimagináveis para nós. Por isso, separamos alguns fatos curiosos sobre os buracos negros que irão provavelmente clarear um pouco o nosso entendimento sobre esses corpos extremos do Universo.

Confira!

1 - Poder gravitacional ao extremo Este é um fato básico sobre os buracos negros, que são corpos cuja gravidade é tão grande que ocorreu a dilatação do espaço-tempo, ou seja, o tempo pára em seu horizonte de eventos (proximidade do buraco negro). Para entender melhor, todo planeta, satélite, estrela, cometa, ou seja, todo corpo no espaço possui um poder gravitacional, e esse poder gravitacional é o que atrai objetos menores. To…

6 planetas tão surreais que fazem os filmes de ficção parecerem brincadeiras

Imagem
Nem mesmo os maiores escritores de ficção conseguiriam imaginar planetas tão bizarros George Lucas sonhou com planetas com dois sóis e cidades em nuvens; Gene Roddenberry inventou dezenas de mundos desérticos e curiosos. Mas os avanços científicos que estão em andamento recentemente nos mostram mundos incrivelmente surreais, dignos de filmes de ficção científica hollywoodianos. Pra falar a verdade, os planetas extrassolares que estão sendo descobertos são de fazer inveja à todo e qualquer roteirista lunático (no bom sentido).  Como seria a vida nesses exoplanetas? Se pudéssemos visitá-los, Star Wars e Star Trek iriam parecer brincadeira de criança. E foi justamente por isso que preparamos essa matéria especial. Confira os planetas que apesar de reais, deixam a melhor ficção científica com ar de filme preto e branco.
6 - Gliese 436 b é revestido de gelo em chamas Sim, o gelo tem o poder de praticamente queimar a nossa pele, mas com certeza de uma maneira bem diferente da realidade de Gli…

A conspiração cósmica que permite a vida no universo

Imagem
Simulação por computador de uma galáxia, com a matéria escura colorizada para torná-la visível
Semelhanças gravitacionais surpreendentes entre galáxias espirais e elípticas foram descobertas por uma equipe internacional de astrônomos da Universidade de Tecnologia de Swinburne, localizada na Austrália.
O que isso significa? Essa semelhança implica na influência de forças ocultas. Na primeira pesquisa desse tipo, feita para capturar um grande número destas galáxias, os pesquisadores mapearam os movimentos de estrelas nas partes exteriores de galáxias elípticas usando o maior telescópio óptico do mundo, que fica no Observatório W.M. Keck, no Havaí (Estados Unidos). Ao combinar os resultados das observações, eles foram capazes de pesquisar um número maior de galáxias, o que, consequentemente, permitiu essa descoberta incrível. De acordo com o professor da Ducan Forbes, foi a sobreposição de tempos do telescópio que deu um novo ponto de vista para o estudo. A equipe, liderada por Michele Capp…

Como seria viver em Mercúrio?

Imagem
Mercúrio é um planeta hostil para a vida, mas se tivéssemos a tecnologia para sobreviver no planeta mais próximo do Sol, como seria viver lá?
Com as suas flutuações extremas de temperatura, Mercúrio não é um planeta que permita ser colonizado por humanos. Até ao momento, apenas duas sondas visitaram Mercúrio. A primeira, a Mariner 10, realizou uma série de sobrevôos em 1974, mas apenas viu a metade iluminada do planeta. A MESSENGER da NASA, por outro lado, realizou sobrevôos e, em seguida, entrou na órbita de Mercúrio - em Março de 2013. As imagens da sonda permitiram aos cientistas mapear completamente o planeta pela primeira vez.
As fotos de Mercúrio mostram que o planeta tem gelo de água nos seus pólos, que ficam em escuridão permanente. A mineração deste gelo seria uma boa maneira de lá viver, mas a criação de bases nos pólos pode não ser uma boa idéia. As regiões polares iria dar-lhe um pouco de descanso da força do sol, mas essas zonas são muito frias uma vez que são permanentemen…

Atividade na Lua Encélado de Saturno Pode Ser Causada Por Uma Cortina de Erupções

Imagem
Uma novapesquisa usando dados da missão Cassini da NASA sugere que a maior parte das erupções da lua de Saturno, Encélado, pode ser uma cortina difusa, ao invés de jatos discretos. Muitas feições que parecem ser jatos individuais de material entrando em erupção ao longo de todo o comprimento de fraturas proeminentes na região polar sul da lua, podem na verdade ser fantasmas criados pela ilusão de óptica, de acordo com esse novo estudo.

A pesquisa foi publicada na edição de 6 de Maio de 2015 da revista Nature.

“Nós acreditamos que a maioria das atividades observadas representam cortinas de erupções das fraturas conhecidas como listras de tigres, ao invés de serem gêiseres intermitentes ao longo delas”, disse Joseph Spitale, principal autor do estudo e um cientistas participante da missão Cassini no Planetary Science Institute, em Tucson, no Arizona. “Alguns jatos proeminentes provavelmente são o que eles parecem ser, mas a maior parte da atividade vista nas imagens pode ser explicada se…

No Limite da Difração

Imagem
Você já quis olhar através da ocular de um grande telescópio no espaço? Se você pudesse, você teria uma visão nítida do que é a difração limitada. Com a sua visão não afetada pela turbulência atmosférica que estraga as observações feitas da Terra, a resolução angular da sua visão de difração limitada, seria determinada, somente pelo comprimento de onda da luz e pelo diâmetro da lente ou do espelho do telescópio, quanto maior o diâmetro, mais nítida a imagem. Como isso ainda é complicado de fazer, na Terra podemos tentar imitar essa sensação, usando, acoplado a grandes telescópios, o que se chama de Sistemas de Óptica Adaptativa. A foto acima mostra um desses sistemas em ação, mais especificamente o sistema MagAO. Esse sistema está acoplado ao telescópio de 6.5 metros de diâmetro chamado de Magellan Clay Telescope no Observatório de Las Campanas. Na foto podemos ver o astrônomo Laird Close observando o sistema estelar duplo de Alpha Centauri, diretamente na ocular do telescópio e desfr…

Como nascem e morrem as estrelas?

Imagem
O processo de nascimento de uma estrela é mais ou menos padrão, o que muda mesmo é a maneira como ela morre. Estrelas pequenas ou médias, como o nosso Sol, terminam a vida esfriando lentamente, enquanto astros maiores podem acabar seus dias como assustadores buracos negros! Aqui você confere como são os ciclos de vida estelar mais comuns. O curioso é que esses ciclos são fundamentais para a construção do Universo. Nas várias etapas da vida de uma estrela, surgem diferentes elementos químicos, como hélio, carbono e ferro, todos frutos da fusão nuclear - a grande fonte de energia desses astros.
Vida de astro
Uma estrela como o Sol pode ter seu diâmetro aumentado cem vezes antes de começar a apagar
1. Em geral, uma estrela nasce numa região conhecida como berçário estelar. Os berçários espalhados pelo Cosmo têm nuvens moleculares gigantes. Formadas por gás e poeira, tais nuvens chegam a ocupar uma área equivalente à de todo o sistema solar! Com a ação da gravidade, os gases e a poeira se ju…

Nós somos os únicos humanos no Universo, afirma Marcelo Gleiser

Imagem
Segundo o físico brasileiro Marcelo Gleiser, apesar de que o Universo esteja coberto de ingredientes e condições para a vida, nós somos os únicos seres humanos do Universo.
Renúncia de abertura 1:Apesar da possibilidade de haver mais de um universo, como indica o hipotético Multiverso, vamos humildemente submeter à nossa própria bolha de informações, a esfera de raio igual a distância que a luz tem viajado desde o início dos tempos há 13,8 bilhões de anos. Considerando a expansão do universo, este raio sobe para aproximadamente 46 bilhões de anos-luz.
Renúncia de abertura 2: A "Vida", por assim dizer, significa qualquer rede auto-sustentável de reação química capaz de metabolizar energia do ambiente e de reprodução seguindo a seleção natural darwinista. Então, podemos descartar máquinas espirituais mais avançadas do que nós ou bizarras moradias estelares inteligentes ou enxames de nanobots habitando buracos de minhoca. Monstros de espaguete voadores também estão nessa lista. OK…

Astrônomos Estabelecem Novo Recorde Para a Medida de Distância de Galáxia no Universo Primordial

Imagem
Uma equipe internacional de astrônomos, liderada por cientistas da Universidade de Yale e da Universidade da Califórnia, levaram ao limite a fronteira cósmica no que diz respeito à exploração de galáxias, chegando até uma época em que o universo tinha somente 5% da sua idade atual que é de 13.8 bilhões de anos. A equipe descobriu uma galáxia excepcionalmente luminosa a mais de 13 bilhões de anos no passado e determinou a sua exata distância até a Terra usando uma combinação de dados obtidos pelo Telescópio Espacial Hubble, e pelo Telescópio Espacial Spitzer da NASA, e pelo telescópio de 10 metros Keck I do Observatório W. M. Keck no Havaí. Essas observações confirmaram o que é a galáxia mais distante já medida, estabelecendo assim um novo recorde. A galáxia existia a muito tempo atrás, e aparenta ter somente 100 milhões de anos de vida.
A galáxia, EGS-zs8-1, foi originalmente identificada com base em suas cores particulares em imagens do Hubble e do Spitzer e é um dos objetos mais bri…

SDO da NASA Registra Intensa Flare Solar de Classe X Em 5 de Maio de 2015

Imagem
O Solar Dynamics Observatory da NASA que observa o Sol constantemente, capturou essas imagens de uma significante flare solar – observada como um flash brilhante no limbo esquerdo do disco solar – que teve seu pico às 19:11, hora de Brasília, do dia 5 de Maio de 2015. Cada imagem mostra um diferente comprimento de onda da luz extrema ultravioleta que destaca uma diferente temperatura do material no Sol. Comparando as diferentes imagens, os cientistas podem entender melhor o movimento da matéria e da energia solar durante uma flare.
Da esquerda para a direita, os comprimentos de onda visíveis são: luz visível, 171 angstroms, 304 angstroms, 193 angstroms e 131 angstroms. Cada comprimento de onda foi colorizado. Flares solares são poderosas explosões de radiação. A radiação de uma flare não pode passar pela atmosfera da Terra para fisicamente afetar os humanos no solo, contudo – quando ela é intensa o suficiente – elas podem perturbar a atmosfera numa camada onde os sinais de GPS e os s…

A Melhor Evidência Até Hoje Para a Existência Dos Buracos Negros

Imagem
Existem muitas ideias estranhas na ciência. Mas a teoria dos buracos negros – os objetos tão massivos e compactos que nada, nem mesmo a luz pode escapar – com certeza encabeça a lista de muitas pessoas. Embora a evidência para esses objetos seja convincente, ela não é 100% conclusiva. Assim, no campo em se é céptico por natureza, alguns astrônomos ainda estão trabalhando para provar que os buracos negros não são apenas fruto da imaginação dos teóricos. Quando se trata de algo “tão extraordinário, temos que trabalhar pesado antes de estarmos dispostos a aceitar-los”, disse Ramesh Narayan do Harvard-Smithsonian Center for Astrophysics. Essa é a dicotomia cuidadosamente equilibrada de idéias selvagens e a suspeita obstinada que permite que a ciência fique perambulando lentamente em direção à verdade. Agora, uma equipe de cientistas, incluindo Avery Broderick do Perimeter Institute for Theoretical Physics, do Canadá, Narayan, e outros, encontrou mais evidências sobre a existência desses el…

Dois Exoplanetas Classificados Como Super-Terras São Descobertos Ao Redor da Estrela Próxima HD7924

Imagem
Uma equipe de astrônomos usando três telescópios em Terra nos EUA descobriram dois exoplanetas classificados como super-Terras ao redor de uma estrela próxima conhecida como HD 7924. A HD 7924 é uma estrela anã do tipo-K de magnitude 7, com um raio de cerca de 78% o raio do Sol. Essa estrela está localizada na constelação da Cassiopeia a aproximadamente 54 anos-luz de distância da Terra. Os astrônomos já sabiam que existia no mínimo um exoplaneta orbitando essa estrela: eles descobriram o HD 7924b – uma super-Terra com massa 9.2 vezes maior que a massa da Terra e com um período orbital de 5.4 dias – em 2009.
Mas agora, novas observações feitas com o Automated Planet Finder Telescope no Observatório Lick, na Califórnia, o W.M. Keck em Maunakea no Havaí e o Automatic Photometric Telescope no Observatório Fairborn no Arizona, têm mostrado que existem no mínimo três exoplanetas orbitando a estrela HD 7924. Esses exoplanetas adicionais, o HD 7924c e d – possuem massas de 7.9 e 6.4 vezes a m…

A Peculiar Assimetria da Galáxia NGC 949

Imagem
A imagem acima representa a visão mais clara até hoje da galáxia conhecida como NGC 949, que localiza-se a mais de 30 milhões de anos-luz de distância na constelação do Triangulum. A galáxia tem uma forma incomum, que a deixa mais obscura devido à sua inclinação. Do nosso ponto de vista, é difícil discernir exatamente que tipo de galáxia a NGC 949 é, mas ela é certamente uma galáxia de disco de algum tipo, mais provavelmente uma galáxia espiral. A NGC 949 foi descoberta pela primeira vez pelo Sir William Herschel, no dia 21 de Setembro de 1786, usando um telescópio refletor de 18.7 polegadas.
A galáxia foi um dos cerca de 300 objetos catalogados por Herschel como nebulosas, durante a sua intensa e sistemática pesquisa do céu profundo, os resultados desse catálogo eventualmente formaram o chamado New General Catalogue, ou NGC. Feita pela Advanced Camera for Surveys (ACS) do Telescópio Espacial Hubble, essa nova imagem mostra detalhes extraordinários. Esses detalhes permitem que nós pos…

As Anomalias Gravitacionais de Mercúrio

Imagem
O que localiza-se abaixo da superfície de Mercúrio? A sonda MESSENGER que orbitou o planeta nos últimos quatro anos, transmitiu dados para a Terra com ondas de rádio de uma energia bem específica. A gravidade do planeta, contudo, muda levemente essa energia quando medida na Terra, que permitiu a reconstrução do mapa de gravidade com uma precisão sem precedentes. Na imagem acima, as anomalias gravitacionais são mostradas em cores falsas, sobrepostas numa imagem que ressalta a natureza repleta de crateras da superfície do planeta. As tonalidades avermelhadas indicam áreas de gravidade levemente mais elevada, que por sua vez, indica áreas que devem ter uma matéria mais densa sob a superfície. A área central, é a Bacia Caloris, uma imensa feição de impacto que mede cerca de 1500 quilômetros de diâmetro. Na semana passada, depois de completar a sua missão, e esgotar seu combustível, a sonda MESSENGER se chocou de propósito com a superfície de Mercúrio. Fonte: http://apod.nasa.gov/apod/ap150…

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...