Postagens

Mostrando postagens de Maio 11, 2015

Astronomos estudam planeta infernal

Imagem
Um quarteto de cientistas europeus fez a primeira possível detecção de vulcanismo num planeta fora do Sistema Solar. E é um mundo da classe das superterras — provavelmente rochoso como o nosso, mas ligeiramente maior. Trata-se de um ambiente infernal, que faz lugares como Vênus parecerem colônias de férias.
Concepção artística de vulcanismo intenso no planeta 55 Cancri e, a 40 anos-luz da Terra (Crédito: Universidade de Cambridge)

É mais uma daquelas pesquisas que dá o tom do que podemos esperar nos próximos anos no estudo dos exoplanetas. A descoberta foi feita com o telescópio espacial Spitzer, da Nasa, plataforma dedicada a realizar observações em infravermelho. Os astrônomos estavam especialmente interessados no sistema planetário da estrela 55 Cancri — um dos mais fascinantes que já descobrimos até agora. Ela é uma anã amarela, como o Sol, a meros 40 anos-luz de distância, na constelação de Câncer. São cinco planetas conhecidos. O mais interno, 55 Cancri e, é o único deles que pas…

MyCn18: Uma Nebulosa Planetária na Forma de Ampulheta

Imagem
Créditos da imagem:R. Sahai and J. Trauger (JPL), WFPC2, HST, NASA As areias do tempo estão se esgotando para a estrela central dessa nebulosa planetária em forma de ampulheta. Com seu combustível nuclear sento exaurindo, essa breve e espetacular fase de encerramento da vida de uma estrela parecida com o Sol , ocorre com a ejeção das camadas externas da estrela – seu núcleo torna-se então uma fria e apagada anã branca. Em 1995, os astrônomos utilizaram o Telescópio Espacial Hubble, para fazer uma série de imagens de nebulosas planetárias, incluindo a mostrada acima. Nessa imagem, os delicados anéis do gás brilhante e colorido (nitrogênio em vermelho, hidrogênio em verde e oxigênio em azul) delimitam as tênues paredes da ampulheta. A nitidez sem precedentes das imagens do Hubble revelaram surpreendentes detalhes do processo de ejeção da nebulosa que está ajudando os astrônomos a resolverem os mistérios das complexas formas e das simetrias existentes nas nebulosas planetárias. Fonte: http…

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...