Nadando na escuridão

Swimming in Sculptor


Espiando profundamente no início do universo, essa pitoresca observação feita pelo Telescópio Espacial Hubble, revela milhares de galáxias coloridas nadando na escuridão do espaço. Algumas estrelas da nossa própria galáxia, a Via Láctea, podem ser vistas no primeiro plano da imagem. Em Outubro de 2013, a Wide Field Camera 3 (WFC3) e a Advanced Camera for Surveys (ACS) do Hubble, começaram a observar essa porção do céu como parte do programa Frontier Fields. Essa espetacular paisagem cósmica foi capturada durante o estudo do aglomerado de galáxias Abel 2744, também conhecido como Caixa de Pandora. Enquanto que as câmeras do Hubble estavam concentradas no Abel 2744, a outra câmera observava essa porção adjacente do céu perto do aglomerado, no que os astrônomos chamam de campo paralelo. Contendo incontáveis galáxias de várias idades, formas e tamanhos, essa observação de campo paralelo, é tão profunda quanto o super conhecido Hubble Ultra Deep Field. Além de mostrar a beleza estonteante do universo profundo com uma riqueza de detalhes incríveis, essa imagem, quando comparada com outras imagens de campos profundos, ajudará os astrônomos a entenderem como o universo se parece quando observado em diferentes direções.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Tipos de Estrelas

Nova Classificação do Sistema Solar

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Como surgiu o primeiro átomo?

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton