Buracos negros, os snipers que nos rondam no espaço

explosao raios gama

O Universo parece um lugar belo, cheio de maravilhas, até que você lembra todas as coisas que podem liquidar com a vida na Terra. Um asteroide, a morte do Sol, e até mesmo um buraco negro anos-luz longe de nós pode acabar com a vida aqui neste planetinha rochoso. Um dos episódios do “Kurzgesagt explains” (“Kurzgesagt explica”) explica como buracos negros podem disparar poderosos pulsos de energia chamados de disparos de raio-gama – ou “morte vinda do espaço” – a qualquer momento, de qualquer direção, e nossa única esperança é não estar na linha de fogo.

Raios gama, o que são - Raios gama são ondas eletromagnéticas que carregam energia, da mesma forma que a luz visível. Mas, diferente da luz visível, eles são muito, muito mais poderosos. Um único fóton de raio gama tem mais energia que um milhão de fótons de luz visível combinados, e com tanta energia, ele pode desfazer ligações moleculares, ionizar átomos, e destruir nosso DNA. Felizmente, temos nosso escudo que nos protege de raios gama, a camada de ozônio. Só que ela apenas nos protege de raios gamas normais. Os disparos de raios gamas são muito mais poderosos. De quanta energia estamos falando? Imagine reunir a energia de todas as estrelas que estejam a até 100 milhões de anos-luz, ou seja, de milhares de galáxias, cada uma com bilhões de estrelas, e então concentrar toda essa energia em um único raio laser. É este o poder de um disparo de raios gama.

Tipos de raios gama - Existem dois tipos de disparos de raios gama que conhecemos, os curtos e os longos. Os longos duram cerca de um minuto e se originam durante o colapso de uma supernova para um buraco negro. Os disparos curtos se originam quando um sistema binário se mescla e vira um buraco negro. Nos dois casos, se forma um buraco negro cercado por um disco magnetizado de gás deixado pela estrela ou estrelas originais. Como o vídeo explica, a rotação do buraco negro cria o campo magnético que afunila jatos quentes de partículas viajando a velocidades próximas da velocidade da luz.
Bem vindo à galeria de tiro-ao-alvo cósmica. Você é o alvo.
Morte por raios gama
Este tipo de disparo está acontecendo o tempo todo no Universo, o Telescópio Espacial de raios Gama Fermi, da Nasa, detecta pelo menos um deles por dia. Para nossa sorte, nenhum deles está apontado para nós, pelo menos não os que estão mais perto. O que é bom, já que um disparo destes deve arrancar completamente a camada de ozônio, deixando o planeta, e quase toda a vida complexa, ser torrada pela radiação do Sol. E talvez esta seja uma das explicações para não termos visto nenhum sinal de vida alienígena até agora, raios gama devem esterilizar pedaços da galáxia regularmente. A notícia ruim? Os raios gama viajam à velocidade da luz. Se houver um deles vindo na nossa direção, nós só vamos saber quando ele chegar aqui. E aí será tarde demais. Se você queria um motivo para se preocupar, aí tem um. 
Fonte: Hypescience.com

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Tipos de Estrelas

Nova Classificação do Sistema Solar

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Como surgiu o primeiro átomo?

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton