5 de set de 2016

Tão azul...porque?

Apesar da cor azul ter muitas associações na vida corrente como, por exemplo, frio, tristeza, serenidade, a verdade é que para os astrónomos esta cor tem um significado muito diferente, como é demonstrado por esta galáxia em espiral vista de perfil, a Messier 98. Messier 98, também conhecida por NGC 4192, situa-se aproximadamente a 50 milhões de anos-luz de distância na constelação de Coma Berenices. Nesta bela imagem obtida pelo New Technology Telescope (NTT) do ESO, a periferia da galáxia, cheia de gás e poeira, encontra-se pontilhada de bolsas de luz azulada. Estas regiões estão repletas de estrelas muito jovens, tão quentes que resplandecem num tom azul brilhante. Estas estrelas jovens têm temperaturas tão elevadas que emitem intensa radiação, queimando algum do material denso que as rodeia. Pensa-se que, no total, a Messier 98 contém cerca de um bilião de estrelas!
O NTT é um telescópio de 3,58 metros instalado no Observatório de La Silla, pioneiro no uso da óptica ativa e o primeiro telescópio do mundo a ter um espelho principal controlado por computador.
Créditos: ESO



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...