Postagens

Mostrando postagens de Agosto 9, 2016

Há uma bolha enorme de gás girando ao redor de nossa galáxia

Imagem
Quer saber de algo que vai fazer você se sentir como um micróbio? Nossa galáxia, a Via Láctea, uma grande coleção de centenas de bilhões de estrelas e planetas, é apenas um pequeno núcleo enterrado profundamente dentro de uma enorme bolha de gás com milhões de graus que está girando a uma velocidade assustadora de 640 mil quilômetros por hora.  Os astrônomos sabem há algum tempo que a nossa galáxia está situada dentro de um nimbo feito de um difuso material de formação de estrelas chamado plasma. Mas, até agora, achávamos que este plasma extra-galático era estacionário. Não é bem assim, de acordo com um novo estudo da Universidade de Michigan, nos EUA, que usou dados de arquivo do telescópio XMM-Newton, da Agência Espacial Europeia, para medir como a luz desta névoa gigante ao redor de nós tem se curvado e distorcido ao longo dos milhões de anos-luz que ela viaja para alcançar nossos olhos.
Ao examinar as mudanças no comprimento de onda dos átomos de oxigênio, os pesquisadores foram ca…

O que está acontecendo dentro de CERES? Novas descobertas a partir de dados de gravidade

Imagem
Esta impressão de artista mostra um diagrama de como o interior de Ceres pode estar estruturado, com base em dados sobre o campo gravitacional do planeta anão obtidos pela missão Dawn. Crédito: NASA/JPL-Caltech/UCLA/MPS/DLR/IDA
Nas dezenas de milhares de imagens transmitidas pela sonda Dawn da NASA, não é visível o interior de Ceres. Mas os cientistas têm dados poderosos para estudar a estrutura interna de ceres: o próprio movimento da Dawn. Dado que a gravidade domina a órbita da Dawn em Ceres, os cientistas podem medir variações na gravidade de Ceres por meio de mudanças subtis no movimento do veículo espacial. Usando dados da Dawn, os cientistas mapearam as variações na gravidade de Ceres pela primeira vez num novo estudo publicado na revista Nature, que fornece pistas para a estrutura interna do planeta anão.
"Os novos dados sugerem que Ceres tem um interior fraco, e que a água e outros materiais leves separaram-se parcialmente da rocha durante uma fase de aquecimento no início…

Megaestrutura alienígena ficou ainda mais misteriosa

Imagem
Há um ano, a estrela até então praticamente desconhecida KIC 8462852 – batizada de estrelaTabby – virou a obsessão de muitos astrônomos e apaixonados pelo espaço. O corpo espacial piscante conquistou essa fama repentina quando pesquisadores afirmaram que ele poderia ser o resultado de uma megaestrutura alienígena. Observação cuidadosa da estrela não revelou sinais de aliens, mas sua luminosidade atípica continua provocando pesquisadores. Agora, algumas coisas ficaram um pouco mais estranhas. Um trabalho ainda não publicado em revistas científicas foi postado nesta sexta-feira (5) no arquivo de trabalhos científicos arXiv, pelo astrônomo Ben Montet, do Instituto de Tecnologia da Califórnia (EUA), e por Joshua Simon, do Intituto Carnegie (EUA). A dupla descreve os resultados de uma análise fotométrica da estrela.
Ao estudar as imagens captadas pela sonda Kepler, os dois descobriram que o brilho da estrela se reduz em certos momentos em 20% e que seu fluxo radiante total diminuiu continu…

Investigadores descobrem que atividade vulcânica de Mercúrio parou há 3,5mil milhões de anos

Imagem
Imagem de Mercúrio a cores melhoradas. O depósito brilhante e circular acima do centro da imagem é um enorme depósito vulcânico efusivo, situado dentro da maior cratera de impacto do planeta, a bacia Caloris. Crédito: NASA/JHUAPL/CIW
Uma nova pesquisa da Universidade Estatal da Carolina do Norte, EUA, descobriu que a maior parte da atividade vulcânica no planeta Mercúrio muito provavelmente terminou há 3,5 mil milhões de anos atrás. Estas descobertas fornecem mais informações sobre a evolução geológica de Mercúrio em particular, e sobre o que acontece quando os planetas rochosos arrefecem e contraem. Existem dois tipos de atividade vulcânica: efusiva e explosiva. O vulcanismo explosivo é muitas vezes um evento violento que resulta em grandes erupções de cinzas e detritos, como por exemplo o Monte Santa Helena em 1980. O vulcanismo efusivo refere-se a fluxos de lava generalizados que despejam lentamente para a paisagem - que se acredita ser um processo fundamental pelo qual os planetas …

Você sabe qual é a maior estrela do universo?

Imagem
Todo mundo sabe que basta olhar para o céu em uma noite clara se você quiser encontrar uma estrela, uma verdadeira infinidade delas, mas apenas uma fracção microscópica é visível a olho nu. Na verdade, a estimativa é que existam 100 bilhões de estrelas em 10.000 bilhões de galáxias no universo visível, com as mais variadas cores e tamanhos, muitas fazendo nosso sol parecer um abajur. Mas qual é o verdadeiro gigante dos céus? Para responder essa pergunta, o professor de astronomia Daniel Brown, da Nottingham Trent University, no Reino Unido, escreveu um artigo para o site “The Conversation” e, segundo ele, precisamos, antes de mais nada, definir o que queremos dizer com gigante: aquela com o maior raio ou a maior massa?
Galácticas gigantes
De acordo com o artigo, a estrela com o maior raio conhecido atualmente é a UY Scuti, uma supergigante vermelha brilhante variável na constelação de Scutum. Situada a cerca de 9.500 anos-luz da Terra e composta de hidrogênio, hélio e outros elementos m…

Três supernovas explodiram em sequência e criaram uma bolha tripla de gás em expansão

Imagem
Representação artística do objeto mostrando o aglomerado estelar, cercado pelas três bolhas. Crédito: Gabriel Pérez/SMM (IAC). É como se fosse uma matriosca, uma daquelas bonecas russas que tem outras bonecas idênticas dentro, assim foi descrita a descoberta dos restos de três supernovas consecutivas. O grupo de astrônomos liderados pelos pesquisadores do Instituto de Astrofísica de Canarias (IAC) estava examinando a galáxia M33, no grupo local, e usando um programa chamado BUBBLY, feito para detectar bolhas de gás em expansão, quando se deparou com a descoberta única, uma bolha tripla.
As três bolhas, como os cientistas as vêem
O que o grupo estava procurando eram superbolhas, o resultado da fusão de várias bolhas de gás em expansão, e que são encontrados em torno de aglomerados jovens de estrelas, quando acabou encontrando por acaso esta tripla bolha. Estas bolhas também guardam seus mistérios. Um deles é que a massa medida para as conchas é de centenas de vezes a massa do sol, só que …

A dança da atmosfera de Io

Imagem
Io, uma das luas de Júpiter, está á sombra do Gigante Gasoso Júpiter e tal conformidade faz com que a sua atmosfera fina apresente uma atividade interessante de transformação. Os gases vulcânicos congelam durante os eclipses diários da lua e, durante a presença de poucos raios solares, esses gases sublimam novamente em um processo que é uma verdadeira roda gigante, uma dança suave dentro de uma lua vulcânica. Esta pesquisa lança nova luz sobre as luas de Júpiter e pode ser mais um trabalho possivelmente agraciado pelos novos dados com a sonda Juno. Esta pesquisa é a primeira em que os cientistas observam  este fenômeno notável diretamente, melhorando a nossa compreensão desta lua geologicamente ativa”, explica Constantine Tsang, um dos cientistas da Southwest Research Institute em Boulder, Colorado.
O processo é fascinante. Io é o objeto mais vulcânico do Sistema Solar e seus vulcões são causados pelo aquecimento de marés e da força gravitacional de Júpiter e de outras luas. Durante um…

Buracos negros, os snipers que nos rondam no espaço

Imagem
O Universo parece um lugar belo, cheio de maravilhas, até que você lembra todas as coisas que podem liquidar com a vida na Terra. Um asteroide, a morte do Sol, e até mesmo um buraco negro anos-luz longe de nós pode acabar com a vida aqui neste planetinha rochoso. Um dos episódios do “Kurzgesagt explains” (“Kurzgesagt explica”) explica como buracos negros podem disparar poderosos pulsos de energia chamados de disparos de raio-gama – ou “morte vinda do espaço” – a qualquer momento, de qualquer direção, e nossa única esperança é não estar na linha de fogo.
Raios gama, o que são - Raios gama são ondas eletromagnéticas que carregam energia, da mesma forma que a luz visível. Mas, diferente da luz visível, eles são muito, muito mais poderosos. Um único fóton de raio gama tem mais energia que um milhão de fótons de luz visível combinados, e com tanta energia, ele pode desfazer ligações moleculares, ionizar átomos, e destruir nosso DNA. Felizmente, temos nosso escudo que nos protege de raios ga…

Anã branca fustiga anã vermelha com raio misterioso

Imagem
Os astrónomos utilizaram o Very Large Telescope do ESO, para além doutros telescópios tanto no solo como no espaço, e descobriram um novo tipo de estrela binária bastante exótica. No sistema AR Scorpii, uma anã branca em rotação rápida acelera electrões até quase à velocidade da luz. Estas partículas de alta energia libertam quantidades de radiação que fustigam a estrela companheira, uma anã vermelha, fazendo com que todo o sistema pulse drasticamente a cada 1,97 minutos e liberte radiação que vai desde o ultravioleta às ondas rádio. Este trabalho será publicado na revista Nature a 28 de julho de 2016. Em maio de 2015, um grupo de astrónomos amadores da Alemanha, Bélgica e Reino Unido, encontrou um sistema estelar que se comportava de um modo nunca antes observado.
Observações de seguimento, lideradas pela Universidade de Warwick e fazendo uso de vários telescópios, colocados tanto no solo como no espaço, revelaram a verdadeira natureza deste sistema anteriormente mal identificado. O …

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...