Um buraco negro de leveza intrigante

A imagem acima foi feita com a Advanced Camera for Surveys, a ACS do Hubble e registra uma galáxia localizada na constelação de Virgo. A câmera foi instalada em 2002, e seu campo de visão vasto é o dobro da câmera anterior, isso faz com que ela possa capturar imagens surpreendentes com uma grande nitidez e uma enorme sensibilidade, como podemos ver aqui. A bela galáxia espiral visível no centro da imagem é conhecida como RX J1140.1+0307, e apresenta um mistério interessante. 

Olhando de primeira, essa galáxia se parece muito com uma galáxia espiral normal, mais ou menos como deve ser a nossa galáxia, a Via Láctea. A Via Láctea, como a maior parte das grandes galáxias, possui um buraco negro supermassivo no seu centro, mas algumas galáxias têm no seu centro buracos negros mais leves, de massa intermediária. A RX J1140.1+0307, é uma dessas galáxias. 

De fato, ela tem no seu centro um dos buracos negros de menor massa conhecido em qualquer núcleo galáctico luminoso. O que intriga os cientistas sobre essa galáxia, é que as contas não fecham. Com esse buraco negro de massa relativamente baixa, os modelos para a emissão do objeto não podem explicar o espectro observado, a menos que existam outros mecanismos que tenham um papel importante na interação entre as partes internas e externas do disco de acreção ao redor do buraco negro.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Tipos de Estrelas

Nova Classificação do Sistema Solar

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Como surgiu o primeiro átomo?

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton