A Nebulosa da Cabaça

Nuvens de gás em rápida expansão assinalam o fim de uma estrela central na Nebulosa da Cabaça. A estrela, que já foi normal, ficou sem combustível nuclear, fazendo com que as regiões centrais contraiam para formar uma anã branca. Parte da energia libertada faz com que o invólucro externo da estrela se expanda. Neste caso, o resultado é uma nebulosa protoplanetária fotogénica. À medida que o gás, com uma velocidade de um milhão de quilómetros por hora, colide com o gás interestelar circundante, é formada uma frente de choque supersónica onde o hidrogénio ionizado e o azoto brilham em tons de azul. O espesso gás e poeira escondem a estrela central moribunda. A Nebulosa da Cabaça, também conhecida como Nebulosa do Ovo Podre ou OH 231.84 +4.22, irá provavelmente transformar-se completamente numa nebulosa planetária bipolar ao longo dos próximos 1000 anos. A nebulosa mede aproximadamente 1,4 anos-luz em extensão e está localizada a cerca de 5000 anos-luz de distância na direção da constelação de Popa. 
  
CRÉDITOS: NASAESAHubbleMAST

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Tipos de Estrelas

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton