Sonda CASSINI registra o verão chegando no polo norte de TITÃ

Nessa bela imagem feita pela sonda Cassini do satélite de Saturno Titã, é possível ver as nuvens de metano cruzando sobre os mares de hidrocarbonetos.
A imagem é como um cartão postal de verão: a Cassini, fez essa imagem em 9 de Junho de 2017, pouco mais de duas semanas depois do verão ter chegado no hemisfério norte de Saturno. Os mares escuros visíveis nessa nova imagem localizam-se perto do polo norte de Titã e ficaram escondidos na escuridão durante boa parte da missão da sonda Cassini. Para lembrar, Saturno leva 29.5 anos terrestres para orbitar o Sol, assim, cada estação no sistema do planeta dos anéis dura 7.5 anos.
A Cassini estava a cerca de 507 mil quilômetros de Titã, quando fez essa imagem. Com seus 5150 km de diâmetro, Titã é o segundo maior satélite do nosso Sistema Solar, atrás somente do satélite Joviano Ganimedes. Titã, tem uma atmosfera espessa dominada pelo nitrogênio e um sistema climático baseado em hidrocarbonetos: o etano e o metano líquidos caem como chuva do céu, fluem pelos rios e são coletados em grandes lagos e mares. Titã é o único corpo no sistema Solar além da terra conhecido por ter líquido na superfície.
A missão Cassini-Huygens, de 3.2 bilhões de dólares, um esforço conjunto da ESA, da NASA e da ISA, foi lançada em 1997 e chegou no sistema de Saturno em 2004.
A Cassini carregou junto o módulo de pouso Huygens, que tocou com sucesso a superfície de Titã, em Janeiro de 2005. Enquanto isso, o módulo orbital continua a circular Saturno, estudando o planeta gigante, seus anéis e seus muitos satélites.
Fonte: SPACE TODAY 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Tipos de Estrelas

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton