O anel interno da galáxia espiral NGC 1512


A maior parte das galáxias não possuem anéis, por que então essa galáxia tem dois? Para começar, a banda brilhante perto do centro da NGC 1512 é um anel nuclear, um anel que circunda o centro da galáxia e brilha intensamente com estrelas recém-formadas. A maior parte das estrelas, e do gás e da poeira que as acompanham, contudo, orbita o centro galáctico num anel muito mais distante, visto aqui perto da borda da imagem. Esse anel é chamado, contra-intuitivamente de anel interno. Se você olhar com cuidado, verá que esse anel conecta as partes finais de uma barra central difusa que corta a galáxia horizontalmente. Essas estruturas de anéis, acredita-se sejam causadas pelas próprias assimetrias da NGC 1512 num processo chamado de evolução secular. A gravidade dessas assimetrias galácticas, incluindo a barra de estrelas, faz com que o gás e a poeira caiam do anel interno em direção ao anel nuclear, aumentando assim a taxa de formação de estrelas nesse anel. Algumas galáxias espirais, possuem um terceiro anel, um chamado anel externo que circula a galáxia a uma distância ainda maior, como é o caso da M94, mostrado abaixo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Tipos de Estrelas

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton