12 de jan de 2017

Agora é oficial: somos mesmo feitos de poeira de estrela

Uma pesquisa comprovou o que o astronômo Carl Saganjá falava havia tempos: os humanos realmente são feitos de poeira de estrela. Depois de analisar 1500 estrelas, astrônomos chegaram à conclusão de que tanto os seres humanos quanto os astros brilhantes possuem 97% do mesmo tipo de átomos. A reportagem é da revista Galileu. Segundo a reportagem, foi constatado ainda que os elementos essenciais para a vida como a conhecemos (hidrogênio, nitrogênio, oxigênio, fósforo e enxofre) são mais prevalecentes nas estrelas que estão no centro da galáxia.

Para saber quais elementos compõem as estrelas, os astrônomos usam uma técnica conhecida como espectroscopia.Cada elemento emite um comprimento de onda de luz diferente, é como se cada um tivesse sua própria marca. Assim, analisando cada “marca”, os cientistas conseguem distinguir de qual elemento é aquela emissão, que foi captada com um instrumento chamado espectrógrafoO espectrógrafo, neste caso, tem nome e sobrenome: trata-se do Apache Point Observatory Galactic Evolution Experiment (APOGEE), que fica no estado norte-americano do Novo México.
Fonte: YAHOO NOTÍCIAS

A ‘Estrela da Morte' de Saturno está incrível nesta foto tirada pela sonda Cassini

Esta é facilmente uma das melhores fotos já tiradas da Mimas, uma das luas de Saturno. A imagem revela as características de sua superfície e as sombras em sua cratera icônica. A sonda espacial Cassini capturou a imagem no dia 22 de outubro de 2016 a uma distância de 185.000 quilômetros. Cada pixel representa um quilômetro. A Mimas tem apenas 397,2 quilômetros de diâmetro e é o menor corpo no nosso sistema solar a ter um formato arredondado, resultado de sua própria gravidade. 

Os menores satélites do nosso sistema solar, como Hiperião e Phoebe, são irregulares e se parecem com batatas. A Mimas sempre é lembrada pela grande cratera causada por um impacto. Batizada em homenagem ao descobridor da lua, William Herschel, o buraco tem 130 quilômetros de diâmetro, abrangendo quase um terço do diâmetro do satélite.
© Foto: Lucasfilm e NASA A Estrela da Morte se parece com Mimas, mas é quase um terço menor.

A parede da cratera possui 5 quilômetros de altura em alguns pontos e a profundidade chega a 10 quilômetros. O pico de Herschel é quase tão alto quanto o Monte Everest. O impacto que gerou a cratera quase estraçalhou Mimas, produzindo fraturas no lado oposto da lua.  E como muito fãs de Star Wars apontaram, a cratera de Herschel faz com que Mimas se pareça um pouco com a Estrela da Morte. Para efeitos de comparação, a Estrela da Morte original de Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperançadeve ter 140 quilômetros de diâmetro, um terço do tamanho da Mimas e cerca de 1/25 avos da Lua da Terra. Ou melhor, a estação espacial do filme é quase do mesmo tamanho da cratera Herschel.
Fonte: MSN
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...