Teoria Sobre as Estrelas

Porque estrelas cintilam e planetas não ?
Os planetas do Sistema Solar definem no céu um disco de resolução, enquanto as estrelas são fontes pontuais (ou seja, é como se os planetas fossem maiores). Como eles estão muito mais perto de nós do que as estrelas (excluindo-se o Sol), seus fluxos são bem intensos. Fluxos são grandezas que dependem da relação da luminosidade emitida pela fonte e sua distância do observador. Como este fluxo cai com o quadrado da distância, explica-se o fato dos planetas definirem este disco no céu e as estrelas não.  Esta característica adicionada à refração causada pela nossa atmosfera em qualquer raio incidente na mesma, provoca o que chamamos de "seeing". O que acontece então é o seguinte:  O raio de luz de uma dada estrela, representada por uma fonte pontual incide na atmosfera, sofre efeito de refração e brilha em um dado ponto no céu. Os raios de luz seguintes sofrem o mesmo efeito, mas não caem necessariamente no mesmo ponto do céu onde caiu o raio de luz anterior. Sendo assim, as estrelas não definem um ponto fixo no céu, mas sim uma dada região.  Esta pequena região representa pra nós o que seria o disco estelar. Como vimos então, este disco estelar não emite luz de forma constante, fazendo com que observemos a estrela cintilar. No caso  do planeta, seu disco de resolução é maior e mesmo com seus raios de luz sofrendo refração na atmosfera, eles caem sempre "dentro" do disco de resolução do planeta, fazendo com que seu brilho seja de forma mais uniforme, não cintilando. Interessante lembrar que observando uma estrela de fora da atmosfera da Terra, ela não cintilará. Isso acontece, por exemplos, para os astronautas.
Fonte:http://www.achetudoeregiao.com.br 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Galéria de Imagens - Os 8 planetas de nosso Sistema Solar

Tipos de Estrelas

Nova Classificação do Sistema Solar

Como surgiu o primeiro átomo?

Os satélites naturais do Sistema Solar

Johannes Kepler

Veja os 10 maiores mistérios das estrelas

Isaac Newton