8 de novembro de 2017

Possível abrigo futuro para humanidade? Lua de Saturno possui fonte de vida

De acordo com os pesquisadores, o satélite possui uma atividade hidrotérmica que surge devido à fricção entre a água e o núcleo da lua. Isto, por sua vez, abastece os organismos hipoteticamente vivos com energia. O artigo correspondente foi publicado no jornal científico Nature Astronomy, informa o portal Lenta. De acordo com os cientistas, um enorme oceano salgado existe na superfície do satélite, coberto por uma camada de gelo de 1 a 25 km de espessura. 

O oceano não é atingido por raios solares necessários para garantir a fotossíntese e a formação da parte principal da biomassa. Mas a energia em forma de substâncias minerais pode ser fornecida por fontes hidrotérmicas que ficam no fundo do oceano. Para a existência das últimas, é necessária a presença de um núcleo quente. Os cientistas supõem que a fonte de calor nas profundezas do Encélado pode ser a desagregação radioativa da matéria. Mas este mecanismo só poderia funcionar por alguns milhões de anos, o que seria insuficiente para criar as condições favoráveis para a vida, informa o Lenta.

Os cientistas criaram um modelo interativo que mostrou que as forças de maré que surgem devido ao deslocamento do satélite pela órbita elíptica em torno de Saturno, podem aquecer a água dentro do núcleo da Lua. Isto acontece devido à fricção que surge durante a circulação do líquido nos solos porosos. A temperatura da água aumenta e ao atingir 90 °C se expulsa para o oceano perto dos polos do Encélado, depois é liberada para o espaço em forma de gêiseres de gelo. Tal mecanismo, de acordo com cientistas, poderia funcionar durante milhares de anos e permitiria as condições favoráveis para a existência da vida.
Fonte: https://br.sputniknews.com

Cientistas encontram planeta semelhante à Terra

Pesquisadores da NASA podem ter encontrado um planeta bastante parecido com a Terra. Com a ajuda da sonda Kepler, que já identificou mais de 4 mil planetas próximos, com comprovação de pouco mais de 2 mil. A descoberta aumenta para 50 o numero de planetas que ficam fora do sistema solar que podem abrigar vida. Com isso, os cientistas conseguiram criar uma lista de possíveis candidatos a uma fuga planetária. Ao que tudo indica, o KOI-7923.01 é o mais promissor dos 20 exoplanetas que possuem condições de abrigar vida. 

Segundo os pesquisadores, o planeta tem tamanho de 97% da Terra e uma órbita pouco maior do que a nossa, de 395 dias. O KOI-7923.01 é mais gelado do que a Terra, com temperaturas parecidas com as da região norte do nosso planeta, o que acontece porque ele fica mais distante de seu “Sol”, que é um pouco menos quente do que o nosso. A distância daqui até lá é de 720 anos-luz. Por enquanto, a NASA possui poucas informações sobre o planeta, mas acredita-se que a chance de esse ser um bom candidato é de 70% a 80%. Nos próximos anos, os cientistas devem realizar observações para tentar encontrar mais detalhes sobre o planeta.
Fonte: Yahoo Noticias 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Artigos Mais Lidos