Postagens

Mostrando postagens de Março 22, 2019

Descobertas novas evidências de tempestades solares massivas

Imagem
Uma tempestade solar devastadora passou raspando na Terra em 2012, o que tem feito muitos se perguntarem se as erupções solares podem destruir a Terra.[Imagem: NASA/SDO]
Risco de tempestades solares As tempestades solares podem ser muito mais fortes do que os cientistas calculavam. Um estudo de longo prazo encontrou evidências para o terceiro caso conhecido de uma enorme tempestade solar em tempos históricos. Paschal O’Hare e seus colegas da Universidade de Lund, na Suécia, acreditam que nossa sociedade pode não estar suficientemente preparada para um evento semelhante que calhe de acontecer agora. As tempestades solares são feitas de partículas de alta energia liberadas do Sol por explosões na superfície da estrela. Elas são muito comuns, mas, assim como as tempestades aqui na Terra, algumas podem ser muito mais fortes do que outras. Dois exemplos de tempestades solares severas nos tempos modernos, que causaram extensos cortes de energia, ocorreram em Quebec, no Canadá, em 1989 - conhecida…

Testemunhado o nascimento de um sistema binário massivo

Imagem
Imagem ALMA da região de formação estelar IRAS07299 e do sistema binário massivo no seu centro. A imagem de fundo mostra correntes densas de gás e poeira (verde) que parecem fluir para o centro. Os movimentos do gás, traçados pela molécula metanol, na nossa direção, estão a azul; os movimentos na direção oposta estão a vermelho. A inserção mostra uma ampliação do massivo binário em formação, com a protoestrela primária e mais brilhante movendo-se na nossa direção mostrada a azul e a protoestrela secundária, mais ténue, movendo-se para longe de nós, mostrada a vermelho. As linhas pontilhadas mostram um exemplo das órbitas da primária e secundária espiralando em torno do seu centro de massa (assinalado pela cruz).
Cientistas do Grupo RIKEN para Investigação Pioneira no Japão, da Universidade Chalmers de Tecnologia na Suécia, da Universidade da Virgínia nos EUA e colaboradores usaram o ALMA (Atacama Large Millimeter/submillimeter Array) para observar uma nuvem molecular que está em colaps…

Motor espacial interestelar pode utilizar buracos negros para impulsionar espaçonaves

Imagem
Buracos negros podem ser a chave para a exploração universal e viagens para outros sistemas estelares. Conceitos teóricos para realizar este sonho já foram propostos antes, mas questões de custo, tempo de viagem e combustível permanecem altamente problemáticas. Atualmente, as esperanças dos cientistas concentram-se no uso de energia direcionada e de velas de luz para empurrar minúsculas espaçonaves para velocidades relativísticas – ou seja, velocidades que se igualam a frações consideráveis da velocidade da luz. Porém, um novo estudo propõem que isso também seria possível em espaçonaves grandes.
Esta nova teoria prevê o disparo de feixes de laser que se curvariam em torno de um buraco negro – ou um par de buracos negros – e retornariam com energia adicional para ajudar a impulsionar uma espaçonave para velocidades perto da velocidade da luz.
“Às vezes, em um jogo, você encontra um ‘exploit’, um truque que permite que você faça algo muito poderoso que, de outra forma, seria proibido pela…