Postagens

Mostrando postagens de Março 26, 2019

A famosa constelação de ÓRION irá desaparecer do céu

Imagem
A Constelação de Órion faz parte do céu de verão do hemisfério sul, e é uma constelação muito marcante quase todas as noites. Facilmente visível por seu formato no céu, é o lar do conhecido “Cinturão de Órion”, chamado popularmente no Brasil como “As Três Marias”. Mas assim como qualquer corpo no universo, os astros que compõe a constelação estão em movimento e um dia deixará de existir por conta disso. Primeiramente, apesar de parecem estar próximas umas das outras, as estrelas de Órion estão muito distantes entre elas. Na região em que a Terra está localizada no universo a partir da posição das estrelas da constelação, elas formam a característica configuração visual todas as noites. No entanto, se você se movesse para outra região da Via Láctea, a constelação mudaria de forma devido a posição que seus olhos estariam vendo as estrelas. Se as estrelas fossem estáticas, então as constelações não mudariam. Mas as estrelas, incluindo o Sol, viajam em órbitas separadas através da nossa gal…

Formação estelar e poeira de estrelas antigas

Imagem
Imagem do ALMA e do Telescópio Espacial Hubble da galáxia distante MACS0416_Y1. A distribuição da poeira e do oxigénio gasoso traçada pelo ALMA tem tons avermelhados e esverdeados, respetivamente, enquanto a distribuição das estrelas captada pelo Hubble está a azul. Crédito: ALMA (ESO/NAOJ/NRAO), Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA, Tamura et al.
Investigadores detetaram um sinal de rádio de poeira interestelar abundante em MACS0416_Y1, uma galáxia a 13,2 mil milhões de anos-luz de distância na direção da constelação de Erídano. Os modelos-padrão não conseguem explicar tanta poeira numa galáxia tão jovem, forçando-nos a reconsiderar a história da formação estelar. Os cientistas agora pensam que MACS0416_Y1 sofreu uma formação estelar escalonada, com dois períodos intensos 300 milhões e 600 milhões de anos após o Big Bang, e com uma fase calma entre eles.
As estrelas são os principais intervenientes no Universo, mas são apoiadas pelas mãos invisíveis dos bastidores: a poeira estelar e…

A NASA propôs uma missão à Tritão da Lua de Netuno

Imagem
Aprendemos muito sobre a maior lua de Netuno, Tritão, desde que foi descoberta pela primeira vez em 1846. Alguns cientistas acreditam que pode ser um "mundo oceânico" com água líquida - e talvez até abrigar vida . E agora, aguardando aprovação, em breve poderemos ter o nosso melhor vislumbre ainda. O Laboratório de Propulsão a Jato da NASA propôs na terça-feira em uma conferência no Texas para enviar uma nave espacial chamada "Trident" para Triton - com o objetivo de descobrir se é um mundo habitável. Em vez de gastar bilhões de dólares, a sonda proposta, a Trident, tem como objetivo manter os custos baixos - aproximadamente o "preço de uma pequena missão à Lua", no cálculo do New York Times . "Agora é hora de fazer isso a um baixo custo", disse Louise Prockter na conferência Lunar and Planetary Science Conference, no Texas, diretor do Lunar and Planetary Institute, em Houston, e principal investigador da missão proposta. "E vamos investigar se…