Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 18, 2018

Equipe da HAYABUSA 2 cria modelo 3D do asteroide RYUGU

A JAXA já lançou uma imagem global do asteroide Ryugu, mas a equipe de modelagem do projeto Hayabusa 2 também criou modelos tridimensionais do asteroide. O asteroide foi medido usando imagens capturadas com a ONC-T, a Optical Navigation Camera – Telescopic, para então formar o modelo 3D do Ryugu. O modelo 3D que descreve a forma do Ryugu é uma informação fundamental quando se considera a história de formação do asteroide e é fundamental para as futuras operações que serão realizadas pela Hayabusa 2.
A equipe de modelagem usou inicialmente imagens feitas durante a chegada da Hayabusa 2 no asteroide para criar o primeiro modelo tridimensional do Ryugu. Esse modelo foi usado para criar as visualizações tridimensionais mostradas nesse post.
A equipe de modelagem criou os modelos a partir das mesmas imagens, mas usando duas metodologias distintas. O primeiro método mostrado na primeira figura é um tipo de técnica estereoscópica, chamada de Structure-from-Motion, ou SfM. Esse é o mesmo método…

Marte está em posição mais próxima da Terra desde 2003

Se você nasceu e vive em uma cidade grande, provavelmente não conhece a beleza de um céu estrelado visto de uma área onde não existe iluminação artificial. Uma opção são as viagens que podem levá-lo para o meio do nada; porém, se isso também não acontece, sempre há fotos na internet mostrando como os diversos corpos celestes preenchem o céu em locais mais isolados.
Mesmo no meio urbano, é possível visualizar as estrelas mais brilhantes, mas talvez nos próximos meses você consiga identificar uma em especial. No mundo da tecnologia só se fala em viagens até Marte, e até setembro o planeta vermelho estará em evidência nos céus noturnos de qualquer lugar do mundo. Por mais que ele esteja quase sempre visível, o detalhe é que nesse período seu brilho será mais intenso do que o comum.
Brilho oposto
O fenômeno causador dessa luminosidade a mais chama-se oposição e é caracterizado pelo alinhamento de um planeta com o Sol, enquanto a Terra está no meio do caminho. Ou seja, Marte e o Sol estão em …

Astrônomos descobrem dez luas novas ao redor de Júpiter

A equipe, liderada pelo astrônomo Scott Sheppard, observou pela primeira vez algumas das novas luas enquanto procuravam por objetos bastante distantes em nosso Sistema Solar, para lá de Plutão, usando o telescópio Blanco, de quatro metros de extensão, no Observatório Interamericano de Cerro Tololo, no Chile. Júpiter estava por acaso no campo de visão dos cientistas, e eles notaram um punhado de novos objetos perto do planeta, com diâmetro de um a quatro quilômetros.
Depois de rastrear as órbitas dos objetos por cerca de um ano com outros telescópios chilenos, além de alguns no Arizona e no Havaí, os cientistas puderam confirmá-las como luas.No ano passado, essa mesma equipe anunciou a descoberta de duas outras luas, que levaram o total da contagem de Júpiter à época para 69.
Duas das luas recém-descobertas estão próximas a Júpiter — não tão perto quanto as grandes luas galileanas: Io, Europa, Ganímedes e Calisto. Essas luas são “luas prógradas”, ou seja, que orbitam Júpiter na mesma dir…